Estranha Picanha

        Naquela sexta-feira a churrascaria estava cheia. O cheiro de carne e fumaça impregnava roupas e cabelos. Amílcar, como de costume, trazia sua própria carne e pedia para o churrasqueiro da casa assá-la, enquanto ficava bebericando sua caipirinha e observando o movimento.

        Genésio, o assador, nunca entendera aqueles estranhos cortes de carne que Amílcar trazia, até ver a cara do freguês estampada na capa do jornal.

        Naquela sexta-feira a churrascaria estava cheia. O cheiro de carne e fumaça impregnava roupas e cabelos. Amílcar, como de costume, trazia sua própria carne e pedia para o churrasqueiro da casa assá-la, enquanto ficava bebericando sua caipirinha e observando o movimento.

        Genésio, o assador, nunca entendera aqueles estranhos cortes de carne que Amílcar trazia, até ver a cara do freguês estampada na capa do jornal.

Por favor siga-me e curta nos seguintes links::

One thought on “Estranha Picanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *