Música, espírito, estilo de vida e o dólar aumentando

Dentre meus poucos (mas bons) leitores, aqueles mais atentos já devem ter percebido que na última semana não tenho mantido minha "programação normal" de publicação de textos (segundas gastronomia, terças cinema, quartas dicas de saúde e bem-estar). Isso não se deve ao fato de não ter filmes para comentar, não ter escutado música para criticar ou não ter uma receita nova para compartilhar. Isso está acontecendo tão somente pelo fato de que estou precisando me concentrar nos projetos sociais que estou desenvolvendo e estão em pleno andamento, como a Coolméia e o Voto Contínuo.

Hoje pela manhã me reuni aqui em casa com o vereador recém-eleito Chico, meu vizinho de bairro e apresentei a ele a proposta do Voto Contínuo e, ao final da conversa, ficamos acertados que o Chico fará parte do projeto-piloto que implantará o sistema aqui em Araranguá. À medida em que o mesmo for se desenrolando, colocarei os detalhes aqui.

A Coolméia está em fase final de construção, ficando quase pronta para ser lançada, mas como só uma "abelha-operária" não faz verão, precisarei encontrar outras abelhas-parceiras para que esta boa idéia não vire ostra infértil.

Como sempre acontece quando acabo por me concentrar muito no "mundo real", acabo por me distanciar dos amigos virtuais, mesmo sem desejar que isso aconteça. É líquido e certo que, durante algum tempo, deixarei de visitar meus estimados amigos mas também é certo que estarei prestigiando aqueles que por aqui passarem, quer seja respondendo os comentários que por aqui forem deixados, os e-mails que receberei e também através das outras ferramentas de comunicação que utilizamos como MSN, Skype, G-talk, sinais de fumaça e "transmimento de pensação".

Infelizmente não temos como trazer sempre conosco os amigos que mais prezamos para compartilhar o caminho que escolhemos trilhar. Entretanto, fica sempre naquela pontinha da lembrança a imagem do amigo e da amiga e o desejo de que, mesmo que não consigamos nos aproximar, que ele (ou ela) tomem a iniciativa para nos dar um alô. De todo modo, cada um dos amigos será notificado do andar da carruagem destes projetos tão importantes para mim, quer seja por e-mail ou pessoalmente.

Doors PerceptionsAntes de finalizar, queria indicar dois sites muito bons que conheci por estes dias. O primeiro chama-se Collectors Choice Music e trata-se de um belíssimo repositório de quase TODAS as gravações feitas nos Estados Unidos e na Europa (e algumas fora de lá também), incluindo bandas raras e raríssimas que só encontramos por lá. Se o dólar ainda estivesse em 1,65, esta caixa do The Doors com 6 CDs e 6 DVDs já estaria a caminho daqui a esta altura. A outra indicação da vez vai para um site que faz maravilhosas resenhas de todos lançamentos musicais tão logo sejam previstos ou aconteçam, o High Fidelity Review. No link aí atrás eles revisam detalhada e profundamente a caixa do Doors que citei anteriormente. Um primor, uma delícia.

Sinceramente não sei como consegui deixar de colocar uma música de fundo na minha vida nos últimos anos. Espero que isso não mais aconteça. Meu espírito agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *