A Tornallom e Brad: sem “bonnerismos”…

By Rafael Reinehr | Apontamentos Anarquistas

Out 04
tornallom

tornallomHoje assisti aos documentários “A Tornallom” e “Brad“, organizados por núcleos de contracultura espalhados pelo mundo, principalmente a Indymedia e o Centro de Mídia Independente Brasil.

O primeiro documentário mostra a dura realidade de um grupo de horticultores que foram expulsos de suas terras pela sanha de urbanização e crescimento econômico em Valência, na Espanha. Terras roubadas, despejos ilegais e violência policial e estatal são o tema deste documentário, que mostra a vida de pessoas que conviviam tranquilamente em sistema de mutirão até que o poder e a ganância mostraram suas garras.

Em Brad, o filme mostra a vida e a morte do ativista contracultural Brad, jornalista e ativista social que foi morto por forças paramilitares em Oaxaca, no México, em 2006. Para quem só assiste à rede Globo e seus “bonnerismos“, um choque de realidade. Uma realidade que os editores de jornais ou telejornais brasileiros ou atrelados a qualquer mídia instituída teimam em negar, insistem em ocultar, pois a revolta popular, com justa causa, poderia despertar na grande maioria de cidadãos obnubilados o desejo de participar mais ativamente da vida social e política e passar a exigir seus direitos de liberdade de escolha.

Tornar o povo realmente educado não é uma missão da escola tampouco da Igreja e da grande mídia instituída: é missão de forças instituintes, como o Centro de Mídia Independente Brasil e o Indymedia, cujos links ficarão, indeléveis a partir de agora, aqui nas páginas do Escrever Por Escrever.

banner do Medictando - O Bem-estar ao seu alcance

Banner da Zen Nature produtos orgânicos, sustentáveis e oriundos do comércio justo

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

(1) comment

Add Your Reply