Por tão poucos terem tanto é que tantos tem tão pouco – Eduardo Marinho

Posted By Rafael Reinehr on nov 16, 2010 | 0 comments


A vida tem dessas coisas.

A vida hiperconectada também. Não fosse pela internet, hoje não estaria com uma gravura do artista, anarquista e visionário Eduardo Marinho na minha sala.

Foi numa dessas conexões inesperada que me deparei com o vídeo do Eduardo que mostro abaixo:

http://www.youtube.com/v/1hgZKHkG120?fs=1&hl=pt_BR

Esse vídeo me fez querer saber mais do cara e fui atrás. Uma googlada aqui, outra lá, achei um blog dele, o Observar e Absorver e daí foi um toque para os primeiros contatos por e-mail.Numa dessas conversas, acabei me interessando também pelo lado “artista de rua”ou “artista marginal” do Eduardo, e adquiri uma de suas obras, que talvez possamos entitular “Por tão poucos terem tanto é que tantos tem tão pouco“, que ilustro abaixo.por-tao-poucos-terem-tantoUma grande verdade, não é mesmo?

Isso aí meu amigo! Continue sempre na luta nos inspirando com seu pensamento e suas ações.

Em breve, vou falar por aqui ou acolá sobre tua Pençá, um belo fanzine que merece ser mais divulgado.

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: