A efetividade de um grupo mente-corpo baseado na comunidade para sintomas de depressão e ansiedade

By rafaelreinehr | Bem-estar

jan 05
Terapias mente-corpo melhoram o bem estar e saúde humana.

A prevalência de depressão e de outras doenças mentais está crescendo, com uma estimativa de cerca de 350 milhões de pessoas afetadas. As populações com um menor status socioeconômico estão em maior risco para o desenvolvimento de problemas de saúde mental, incluindo depressão e ansiedade. As Unidades de Saúde geralmente possuem filas de espera para aconselhamento individual.

Terapia Mente-Corpo e seus benefícios para a saúde mentalIntervenções do tipo “Corpo-Mente” (como as propostas pelo Benson-Henry Institute de Harvard e o MBSR da Universidade de Massachussets) que são baseados na Resposta de Relaxamento (RR) são opções plausíveis para tratar condições mentais em Unidades de Saúde ou em ambientes privados.

Um estudo examinou a factibilidade e efetividade de uma técnica de Corpo-Mente (MBI) de 8 semanas desenvolvida no Benson-Henry Institute para a Medicina Corpo-Mente para o tratamento de sintomas de depressão e ansiedade na comunidade.

O time desenhou um estudo retrospectivo aberto de 124 pacientes com sintomas de depressão e ansiedade que participaram de um MBI em grupo, no Hospital Geral de Massachussets em Boston, nos Estados Unidos.

Os participantes foram pacientes adultos com sintomas de depressão e/ou ansiedade, e o programa é considerado acessível a pessoas com todos os níveis de educação.

A intervenção proposta inclui uma série de técnicas que elicitam uma resposta ao relaxamento (RR) em combinação com uma série de componentes que aumentam a resiliência dos participantes.

Para examinar os efeitos do programa, medidas clínicas auto-reportadas foram tomadas antes e após as 8 semanas de intervenção. Para depressão, a escala CES-D10 (Center of Epidemiologis Studies Depression Scale); para ansiedade, a STAI-State (State-Trait Anxiety Inventory-State Subscale); e para estresse percebido, a PSS-10 (Perceived Stress Scale).

RESULTADOS:

A intervenção foi associada com uma redução significativa dos sintomas depressivos: IC 95% -6,0 a -2,6 (p<0,001); ansiedade: IC 95% -12,6 a -2,2 (p=0,007); e estresse percebido: IC 95% -7,6 a -2,0 (p=0,001). Aproximadamente 52,4% dos participantes completaram pelo menos 75% das 8 sessões, com o atendimento de 5 sessões tendo sido a média.

A conclusão que se pode tirar é que os participantes destes encontros Corpo-Mente em grupo apresentaram uma melhora dos sintomas de ansiedade e depressão bem como uma redução na percepção do estresse.

É importante notar que este foi um estudo retrospectivo, e estudos maiores, prospectivos, randomizados e controlados são desejáveis para confirmar as impressões deste estudo.

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.