Ecofit – uma coisa leva a outra

Ultimamente – e cada vez mais – muitas pessoas percebem que é importante mudar sua relação com a Natureza, com as pessoas e com tudo o que nos cerca, incluindo-se aí as relações com o mundo do trabalho e do consumo.

Hoje durante o banho, depois de uma deliciosa partida de tênis que abriu todos meus poros com o amigo e colega Ricardo Aliano, tive uma idéia que pretendo por em prática já. Chamei-a de “Atitude Ecofit“.

Ecofit Agir Localmente

Como há cerca de um ano tenho jogado o campeonato estadual de tênis amador, com freqüência preciso comprar calções e camisetas para participar destes jogos e para treinar. É usual comprarmos roupas de marcas consagradas como Nike, Reebok, Adidas, Head e outras, pois são aquelas que vestem melhor e encontram-se disponíveis nas lojas de produtos esportivos da cidade.

Pois saí do banho decidido a mudar isso. Quase nem me sequei direito para vir ao computador e bolar um nome e um logo para dar corpo à idéia, que vos apresento a seguir:

Quanto ganha um funcionário da Nike na Indonésia por camiseta manufaturada? Nove centavos de dólar? Algo equivalente a 25 centavos de real? Pois bem. E o impacto ambiental proporcionado pelo transporte desta camiseta até o Brasil, certamente não é desprezível. Avião, navio, caminhão…

E se, ao invés disso, eu procurasse uma costureira local (ou facção local) mostrasse a ela(es) o modelo da camiseta e do calção que mais me agrada e pedisse para ela confeccionar três ou quatro calções e camisetas de acordo com minhas especificações, bordando o logotipo aí em cima apresentado?

E se eu não parasse por aí, mas em uma próxima janta da turma do tênis divulgasse a iniciativa e tentasse trazer alguns dos colegas para que também tomassem atitude similar?

Cada vez mais, o estímulo à produção e consumo local de bens e serviços se torna uma franca necessidade. Desta forma, além de estarmos reduzindo o impacto ambiental do nosso consumo, estaremos humanizando nossas relações com o que consumimos, favorecendo diretamente uma pessoa da qual estamos encomendando um bem ou serviço e ainda por cima reproduzindo um conceito mais próximo de um mundo sustentável e justo, tirando o poder da máquina capitalista e devolvendo-o ao humano.

Prometo publicar aqui uma foto dos primeiros calções e camisetas da “Atitude Ecofit“. “Eco” porque é uma atitude preocupada com o meio-ambiente. “Fit” porque cai bem, veste bem, adequa-se, encaixa-se, é apropriada, está de acordo e é conveniente para servir a um bem maior, o da manutenção da Natureza e da vida em sociedade.

 

13 thoughts on “Ecofit – uma coisa leva a outra

  1. Anônimo says:

    Rafa:
    Parabéns pela iniciativa e pelo exemplo. A industrialização se deve a energia que vem sendo liberada de combustíveis fósseis, porque nenhum trabalho custou ao homem para fermentá-los durante muitos milhões de anos. A saturação atmosférica causada pelos efuentes de suas combustões, faz com que a humanidade desperte deste sonho consumista e passe a valorizar os trabalhos artesanais, melhor, ainda, quando sobre matéria primas naturais.Mesmo pagando um pouco mais caro, teremos maiores ganhos sócio-ambientais mandando confeccionar nossas roupas e, mesmo, calçados. Tomando sucos naturais em vez de refrigerantes. Ganham os profissionais, o meio ambiente e a segurança a longo prazo.
    Forte abraço,
    Antídio

    • Agir localmente
      Devemos atentar para o que é produzido próximo do local onde vivemos. Muitas vezes, tomamos uma dada marca de refrigerante sem questionar nossos conceitos e instintos… Tem uma marca de refri aí dizendo para questionar nossos hábitos (e passar a tomar o refrigerante deles)… Porque não ir mais além e, de fato, não usar mais refrigerantes? Ou passar a usar menos bebidas engarrafadas em plástico?

  2. Arquitetando Idéias
    :silly: Grande sugestão.Umas das idéias básicas de uma atitude sustentável é escolher artigos e materiais ao nosso redor, que não gastem energia para transporte e ao mesmo tempo fortaleçam a mão de obra local. Chega de consumir status.
    Obrigada pelos comentários lá no meu blog. Venha mesmo a Porto Alegre visitar não só o Iberê, mas tantas coisas que essa cidade tem a oferecer.
    Abracos
    Elenara

  3. Regina says:

    Amei!!!
    essas idéias que batem em horas nada exatas, são as melhores!rsrsr…
    amei sua idéia Ecofit. Estou aprendendo pouco à pouco mais coisas *ECO.s* da e para a vida, e pretendo ensinar. Amo costurar e afins, acho o fim da picada pagar um valor tão absurdo num pedaço de pano, enquanto que pessoas não tem nem o que vestir ou comer. Abraço…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *