Category Archives for "Blogs e Internet"

Jan 03

Não é por termos vivido um certo número de anos que envelhecemos

By rafaelreinehr | Facebook

“Não é por termos vivido um certo número de anos que envelhecemos. Envelhecemos porque abandonamos nosso ideal.” – Francis Bacon

E você: qual é o teu ideal? E com quanta determinação o persegues ou te mantém fiel a ele? Começo de ano é hora de revisitar nossas prioridades e dar valor a quem somos em nossa essência.

#endocrinozen #endocrinologia #mindfulness #mbsr #meditacao #envelhecer #ideais #longevidadesaudavel #longevidade #essencia #equilibrio #harmonia #cadavezmelhor

via Facebook http://ift.tt/2CG9KIy
Jan 03

100 Days of Growth, de Sudan Patel e Rob Wormley

By rafaelreinehr | Facebook

Último dia do ano e conclui a leitura de “100 Days of Growth” do Sujan Patel e do Rob Wormley. Agora, 2018 batendo à porta, é hora de colocar em prática os aprendizados, que foram muitos.

#growth #growthhacking #medictando #lovebrains #sonhogrande #coolmeia #opensadorselvagem #simplicissimo #zennature #agoracc #antieditora #radiosofia #tal #solutio #tudoteca #polen

via Facebook http://ift.tt/2zTvxK9
Jan 03

Excerto do livro “A Cabana”, e virando o ano com Snarky Puppy

By rafaelreinehr | Facebook

Neste último dia do ano faço minhas as palavras da Cristiane Traiber, amiga de quem peguei emprestada esta citação do libro A Cabana.
Sintam-se marcados, abraçados e acarinhados minhas amigas e amigos de todas as querências!
“As instituições e ideologias estão em toda a parte e é impossível deixar de interagir com tudo isso. Você tem a liberdade de superar qualquer sistema em que se encontre, religioso, econômico, social ou político. Você terá uma liberdade cada vez maior de estar dentro ou fora de todos os tipos de sistemas e você pode aprender a se mover livremente entre eles. Podemos estar dentro do sistema e não fazer parte dele… Cometemos um erro julgando quem está no sistema. Devemos encontrar meios de amar e ser útil aos que estão dentro do sistema, pois eles não enxergam que esse é só um dos infinitos modos de como as coisas podem ser. “Não cabe a você julgá-los, você está livre para amar sem obrigações.”
Aprenda a compartilhar a vida, abra mão do seu poder, das suas certezas, julgamentos e controle. Apenas aprenda a amar e ajudar sem esperar retribuição ou resultado. Aprenda a amar a todos que cruzarem seu caminho. Aprenda a compartilhar a vida. Você não precisa entender tudo, simplesmente esteja aberto e disponível nas suas relações. Disponível para o outro, para toda a vida que brota incessante ao seu redor!
FELIZ 2018!
livro “A Cabana”

Trilha sonora da virada: Mix – Snarky Puppy – Thing of Gold (groundUP): http://www.youtube.com/watch?v=eZBlRkF0-to&list=RDeZBlRkF0-to

via Facebook http://ift.tt/2zS26Ia
Jan 02

O que te desejamos para 2018

By rafaelreinehr | Facebook

Te desejamos um 2018 iluminado no qual dentro de você, assim como dentro de nós, exista muita compaixão, sabedoria e discernimento, abertura para as mudanças que forem necessárias, paciência, tolerância com as diferenças, muito amor, gratidão pelo já alcançado, generosidade, perdão, altruísmo e felicidade.

Que você seja protagonista de bons encontros, faça frutificar realizações memoráveis que impactem positivamente muitas pessoas, que você se reencontre ou se mantenha conciliado com a tua essência e que teus melhores desejos para o mundo se tornem realidade.

Queremos notícias tuas em 2018 e, como sempre, precisaremos de ajuda nos vários projetos em andamento! Como se diz aqui no sul, “Não te acanhes! Prenda o grito!”

#2018 #newyear #anonovo #desejos #planos #felicidade #essencia #encontros #compaixao #amor #lovebrains #coolmeia #medictando

via Facebook http://ift.tt/2lBrnBw
Nov 09

Não visitem o blog do Rafael Reinehr

By rafaelreinehr | Blogosfera , Blogs e Internet

Adão, Eva e a maçã

Não visitem o blog do Rafael Reinehr. Eu sei que o link está aí ao lado, mas é para o meu próprio uso. Não é para vocês. Não cliquem nele. Não estou brincando. Não é algum tipo de anti-propaganda. É sério. Não visitem o blog de Rafael Reinehr.

Não visitem o blog de Rafael Reinehr. Eu repito. Rafael Reinehr é mau-caráter. Ele não presta. É mitômano, misógino e misoneísta. Radical, reacionário e retrancudo. Rafael Reinehr espalha aleivosias sobre a minha pessoa. Me chamou de drogadicto e mentiroso. Rafael Reinehr é detestável. Não visitem o blog de Rafael Reinehr.

Rafael Reinehr é anarquista e comunista. Rafael Reinehr gostava do Stálin. Rafael Reinehr é terrorista. É fato comprovado de que ele é, ou foi membro, da Facção do Exército Vermelho, das Brigate Rosse, da Action Directe, do Khmer Rouge, do Sendero Luminoso, dos Tonton Macoute, do IRA, do ETA, das FARC, do Weather Underground, da Seita da Verdade Suprema, dos Mártires de Al-Aqsa, dos Tigres de Tâmil, da Jyhad Islâmica e do Al-Qaeda. Rafael Reinehr é perigoso. Rafael Reinehr precisa ser detido. Ele é a doença. Eu sou a cura.

Rafael Reinehr introduziu Tim Maia ao Universo em Desencanto. Foi ele que apresentou Courtney Love para Kurt Cobain, e Yoko para o John. Rafael Reinehr é quem impede o lançamento do novo álbum dos Guns´n´Roses. Rafael Reinehr gostou de Highlander 2. Foi Rafael Reinehr quem matou a Thaís.

Não visitem o blog de Rafael Reinehr. Rafael Reinehr não quer, e prometeu atirar em invasores. José Soares da Silva, de Igarapava, ignorou meu aviso, visitou o blog de Rafael Reinehr e, logo em seguida, perdeu seus sete filhos e suas sete fazendas e Deus permitiu que Satanás o ferisse de tumores do céu à cabeça. Isso vai acontecer com você, se visitar o blog de Rafael Reinehr. Não visite o blog de Rafael Reinehr.

O blog de Rafael Reinehr dá câncer. O blog de Rafael Reinehr é a causa do aquecimento global. Não visite o blog de Rafael Reinehr. Esse era o décimo-primeiro mandamento. O terceiro segredo de Fátima. Não visite o blog de Rafael Reinehr.

Rafael Reinehr tocou a campainha de sua casa e saiu correndo. Rafael Reinehr quer roubar sua namorada, e partir seu coração. Rafael Reinehr te ligou de madrugada. Rafael Reinehr parece gostar de mim, e você sabe que isso é um sinal de má índole. Rafael Reinehr é um dos pensadores selvagens. Rafael Reinehr quer ser problogger. Em certos círculos, isso é xingamento Não visite o blog de Rafael Reinehr. Depois não diga que não avisei.

 

Este diamante foi lapidado por Felipe Damorim, nos bons tempos em que era blogueiro da comunidade d’O Pensador Selvagem, em sua primeira existência, de 2007 a 2013). Naquela época de “Blogosferas” a ingenuidade (e a genialidade) rolava solta, e a gente ajudava os amigos gerando tráfego das formas mais incomuns e criativas possíveis, como essa! Agradeço muito ao Felipe por ter recuperado esse peça de um HD cheio de teias de aranha. Rio alto (muito) toda vez que releio este texto.

Sararah
Set 08

O que é que eu estou fazendo no Sararah?

By rafaelreinehr | Cibercultura

Poder passar uma mensagem de forma anônima a uma pessoa pode servir para o bem ou para o mal. A ferramenta não consegue filtrar o tipo de mensagem que receberemos, se serão elogios, críticas construtivas ou agressão e bullying.

Então abrir a possibilidade de alguém se comunicar contigo via uma ferramenta como o Sararah (Conheça o meu em https://rafaelreinehr.sarahah.com/) necessita que você:

    1. Saiba qual seu objetivo com a abertura deste canal de comunicação
    2. Esteja pronto para as idiossincrasias e o inesperado

No meu caso, a ferramenta tem sido extremamente útil pois pessoas que gostariam de me dizer coisas e não sabem como, tem utilizado a mesma para fazê-lo, veja só:

“Rafael, vc é um profissional excelente! O que eu gostaria de te dizer é que vc não precisa ficar provando isso o tempo todo na mídia. Isso é chato… Preserve mais a sua vida… É muita exposição! Isso é desnecessário e está tornando o profissional excelente em fútil, sensacionalista…. CHATO!”

O grande problema do Sararah é que você não consegue responder a quem deixou a mensagem, mesmo de forma anônima. Nada garante que a pessoa que deixou o comentário vá encontrar uma eventual resposta nas mídias sociais. Muitas vezes, ela tem uma impressão errônea ou apenas incompleta do “quadro todo”, como no caso acima, e acaba fazendo um julgamento precipitado.

Para meu amigo ou amiga acima (considero um bom amigo(a), já que está genuinamente preocupado(a) comigo, com seu conselho, gostaria de poder dizer duas coisas:

  1. Muito obrigado pela sua percepção e carinho ao me alertar sobre “ficar todo tempo na mídia”. Imagino que sua timeline esteja sendo inundada por conteúdo meu! Se puderes, coloque um “Ver menos” ou “Deixar de seguir” se eu o(a) estiver incomodando!
  2. Obrigado pelo “profissional excelente!”, e agora vem uma explicação! Não preciso provar nada a ninguém além de a mim mesmo. Minha trajetória, meu percurso de vida e o cuidado com que faço meus atendimentos falam por si. O que estou fazendo – aparecendo online, publicando conteúdo, compartilhando coisas pitorescas da minha vida trazem consigo dois objetivos:
    – Alcançar um maior número de pessoas para levar adiante um projeto muito maior, que está apenas no nascedouro, que é o de ampliar a saúde, o bem-estar, a qualidade de vida e a felicidade das pessoas em todo mundo, sem limites de nacionalidade, cor, raça ou credo. É um trabalho de formiguinha que está apenas começando, e estou reunindo recursos para que este sonho se torne real
    – Poder registrar, em alguma mídia digital, um pouco do dia-a-dia, e compartilhar com as pessoas queridas – quando for algo apenas cândido ou pitoresco, e com o maior número de pessoas quando for algo inspirador, construtivo ou que some à construção de um mundo mais justo, sustentável, equânime, solidário e compassivo.

A exposição mencionada acima pela pessoa que teceu sua bela e construtiva crítica não tem nada a ver com buscar visibilidade para minha ocupação profissional – que é ser médico endocrinologista. Concordo com ela que, muitas vezes, dependendo da leitura que algumas pessoas fazem, isso pode até atrapalhar.

Mas minha essência é muito mais do que Rafael Reinehr – Médico Endocrinologista. Quem me conhece de verdade sabe disso. Sou o cara que após a faculdade de Medicina fui cursar Filosofia e Ciências Sociais, que toca guitarra, lê pra caramba, escreve livros, gravou curtas e média-metragens, tira fotografias, organiza saraus literários, fundou portais de internet sobre literatura, cultura, filosofia e sociedade, fundou uma incubadora de ideias e soluções altruístas… Não tem como, nobre amigo ou amiga, esconder este lado. Isso seria sufocar a minha essência, deixar de ser quem eu sou para agradar algumas pessoas e “conseguir mais clientes”. Isso não faz parte do meu jogo, da minha vida.

Sempre tive, desde bem cedo, duas características: a de ser megalomaníaco – sonhar muuuuuuito grande e também a de ter uma necessidade muito grande de me expressar. E isso faz parte de quem sou. E aceito isso com todos os ônus e bônus que vem junto com esta escolha.

E você, quer me dizer alguma coisa de forma anônima? Elogio, crítica, comentário? Vai lá enquanto ainda está no ar: https://rafaelreinehr.sarahah.com/

Nota de Segurança: existem algumas evidências de que o Sararah “rouba” os dados de seus contatos (e-mail e telefone) no Facebook. Então, não crie uma conta se você não quiser ter o risco de ter seus contatos expostos. Sö fiquei sabendo disso depois de criar a conta. Entretanto, para deixar uma mensagem é seguro pois você não precisa incluir nenhum dado seu.

1 2 3 11