Category Archives for "Blogs e Internet"

Nov 09

Não visitem o blog do Rafael Reinehr

By rafaelreinehr | Blogosfera , Blogs e Internet

Adão, Eva e a maçã

Não visitem o blog do Rafael Reinehr. Eu sei que o link está aí ao lado, mas é para o meu próprio uso. Não é para vocês. Não cliquem nele. Não estou brincando. Não é algum tipo de anti-propaganda. É sério. Não visitem o blog de Rafael Reinehr.

Não visitem o blog de Rafael Reinehr. Eu repito. Rafael Reinehr é mau-caráter. Ele não presta. É mitômano, misógino e misoneísta. Radical, reacionário e retrancudo. Rafael Reinehr espalha aleivosias sobre a minha pessoa. Me chamou de drogadicto e mentiroso. Rafael Reinehr é detestável. Não visitem o blog de Rafael Reinehr.

Rafael Reinehr é anarquista e comunista. Rafael Reinehr gostava do Stálin. Rafael Reinehr é terrorista. É fato comprovado de que ele é, ou foi membro, da Facção do Exército Vermelho, das Brigate Rosse, da Action Directe, do Khmer Rouge, do Sendero Luminoso, dos Tonton Macoute, do IRA, do ETA, das FARC, do Weather Underground, da Seita da Verdade Suprema, dos Mártires de Al-Aqsa, dos Tigres de Tâmil, da Jyhad Islâmica e do Al-Qaeda. Rafael Reinehr é perigoso. Rafael Reinehr precisa ser detido. Ele é a doença. Eu sou a cura.

Rafael Reinehr introduziu Tim Maia ao Universo em Desencanto. Foi ele que apresentou Courtney Love para Kurt Cobain, e Yoko para o John. Rafael Reinehr é quem impede o lançamento do novo álbum dos Guns´n´Roses. Rafael Reinehr gostou de Highlander 2. Foi Rafael Reinehr quem matou a Thaís.

Não visitem o blog de Rafael Reinehr. Rafael Reinehr não quer, e prometeu atirar em invasores. José Soares da Silva, de Igarapava, ignorou meu aviso, visitou o blog de Rafael Reinehr e, logo em seguida, perdeu seus sete filhos e suas sete fazendas e Deus permitiu que Satanás o ferisse de tumores do céu à cabeça. Isso vai acontecer com você, se visitar o blog de Rafael Reinehr. Não visite o blog de Rafael Reinehr.

O blog de Rafael Reinehr dá câncer. O blog de Rafael Reinehr é a causa do aquecimento global. Não visite o blog de Rafael Reinehr. Esse era o décimo-primeiro mandamento. O terceiro segredo de Fátima. Não visite o blog de Rafael Reinehr.

Rafael Reinehr tocou a campainha de sua casa e saiu correndo. Rafael Reinehr quer roubar sua namorada, e partir seu coração. Rafael Reinehr te ligou de madrugada. Rafael Reinehr parece gostar de mim, e você sabe que isso é um sinal de má índole. Rafael Reinehr é um dos pensadores selvagens. Rafael Reinehr quer ser problogger. Em certos círculos, isso é xingamento Não visite o blog de Rafael Reinehr. Depois não diga que não avisei.

 

Este diamante foi lapidado por Felipe Damorim, nos bons tempos em que era blogueiro da comunidade d’O Pensador Selvagem, em sua primeira existência, de 2007 a 2013). Naquela época de “Blogosferas” a ingenuidade (e a genialidade) rolava solta, e a gente ajudava os amigos gerando tráfego das formas mais incomuns e criativas possíveis, como essa! Agradeço muito ao Felipe por ter recuperado esse peça de um HD cheio de teias de aranha. Rio alto (muito) toda vez que releio este texto.

Sararah
Set 08

O que é que eu estou fazendo no Sararah?

By rafaelreinehr | Cibercultura

Poder passar uma mensagem de forma anônima a uma pessoa pode servir para o bem ou para o mal. A ferramenta não consegue filtrar o tipo de mensagem que receberemos, se serão elogios, críticas construtivas ou agressão e bullying.

Então abrir a possibilidade de alguém se comunicar contigo via uma ferramenta como o Sararah (Conheça o meu em https://rafaelreinehr.sarahah.com/) necessita que você:

    1. Saiba qual seu objetivo com a abertura deste canal de comunicação
    2. Esteja pronto para as idiossincrasias e o inesperado

No meu caso, a ferramenta tem sido extremamente útil pois pessoas que gostariam de me dizer coisas e não sabem como, tem utilizado a mesma para fazê-lo, veja só:

“Rafael, vc é um profissional excelente! O que eu gostaria de te dizer é que vc não precisa ficar provando isso o tempo todo na mídia. Isso é chato… Preserve mais a sua vida… É muita exposição! Isso é desnecessário e está tornando o profissional excelente em fútil, sensacionalista…. CHATO!”

O grande problema do Sararah é que você não consegue responder a quem deixou a mensagem, mesmo de forma anônima. Nada garante que a pessoa que deixou o comentário vá encontrar uma eventual resposta nas mídias sociais. Muitas vezes, ela tem uma impressão errônea ou apenas incompleta do “quadro todo”, como no caso acima, e acaba fazendo um julgamento precipitado.

Para meu amigo ou amiga acima (considero um bom amigo(a), já que está genuinamente preocupado(a) comigo, com seu conselho, gostaria de poder dizer duas coisas:

  1. Muito obrigado pela sua percepção e carinho ao me alertar sobre “ficar todo tempo na mídia”. Imagino que sua timeline esteja sendo inundada por conteúdo meu! Se puderes, coloque um “Ver menos” ou “Deixar de seguir” se eu o(a) estiver incomodando!
  2. Obrigado pelo “profissional excelente!”, e agora vem uma explicação! Não preciso provar nada a ninguém além de a mim mesmo. Minha trajetória, meu percurso de vida e o cuidado com que faço meus atendimentos falam por si. O que estou fazendo – aparecendo online, publicando conteúdo, compartilhando coisas pitorescas da minha vida trazem consigo dois objetivos:
    – Alcançar um maior número de pessoas para levar adiante um projeto muito maior, que está apenas no nascedouro, que é o de ampliar a saúde, o bem-estar, a qualidade de vida e a felicidade das pessoas em todo mundo, sem limites de nacionalidade, cor, raça ou credo. É um trabalho de formiguinha que está apenas começando, e estou reunindo recursos para que este sonho se torne real
    – Poder registrar, em alguma mídia digital, um pouco do dia-a-dia, e compartilhar com as pessoas queridas – quando for algo apenas cândido ou pitoresco, e com o maior número de pessoas quando for algo inspirador, construtivo ou que some à construção de um mundo mais justo, sustentável, equânime, solidário e compassivo.

A exposição mencionada acima pela pessoa que teceu sua bela e construtiva crítica não tem nada a ver com buscar visibilidade para minha ocupação profissional – que é ser médico endocrinologista. Concordo com ela que, muitas vezes, dependendo da leitura que algumas pessoas fazem, isso pode até atrapalhar.

Mas minha essência é muito mais do que Rafael Reinehr – Médico Endocrinologista. Quem me conhece de verdade sabe disso. Sou o cara que após a faculdade de Medicina fui cursar Filosofia e Ciências Sociais, que toca guitarra, lê pra caramba, escreve livros, gravou curtas e média-metragens, tira fotografias, organiza saraus literários, fundou portais de internet sobre literatura, cultura, filosofia e sociedade, fundou uma incubadora de ideias e soluções altruístas… Não tem como, nobre amigo ou amiga, esconder este lado. Isso seria sufocar a minha essência, deixar de ser quem eu sou para agradar algumas pessoas e “conseguir mais clientes”. Isso não faz parte do meu jogo, da minha vida.

Sempre tive, desde bem cedo, duas características: a de ser megalomaníaco – sonhar muuuuuuito grande e também a de ter uma necessidade muito grande de me expressar. E isso faz parte de quem sou. E aceito isso com todos os ônus e bônus que vem junto com esta escolha.

E você, quer me dizer alguma coisa de forma anônima? Elogio, crítica, comentário? Vai lá enquanto ainda está no ar: https://rafaelreinehr.sarahah.com/

Nota de Segurança: existem algumas evidências de que o Sararah “rouba” os dados de seus contatos (e-mail e telefone) no Facebook. Então, não crie uma conta se você não quiser ter o risco de ter seus contatos expostos. Sö fiquei sabendo disso depois de criar a conta. Entretanto, para deixar uma mensagem é seguro pois você não precisa incluir nenhum dado seu.

12 minutos - ler um microbook por dia
Jul 07

12 Minutos e a Revolução da Leitura Online

By rafaelreinehr | Cibercultura

Salve salve! Hoje o tema é Internet, Leitura, Desenvolvimento Pessoal e Tecnologia para uma vida melhor!

 

Você que me acompanha no Medictando, no meu bloginstagram e lives do Face já deve saber que meu tempo é contadinho e superconcorrido, né? E também sabe que eu amo ler, tanto no formato digital quanto no velho e bom formato tijolo, livro impresso mesmo.
 
Em função das minhas viagens, comecei a utilizar ferramentas que me permitem escutar os livros que gostaria de ler. Geralmente, um audiolivro tem duração de 6 a 36 horas de narração. Um livro de 6 horas escuto em 2 viagens, por exemplo, entre Santa Maria e Araranguá, trajeto que faço todas as semanas.
 
Entretanto, sou um cara afeito à produtividade, e não gosto de “desperdiçar” tempo. Tempo é nossa maior riqueza: uma vez que se esvai, não volta mais. Como uma das minhas maiores paixões em toda vida é aprender, e saber, sobre tudo que é possível, preciso compartilhar com você um achado fantástico das últimas semanas: o 12 minutos.
 
12 minutos é uma comunidade que faz um resumo espetacular de livros e os apresenta em um formato de leitura ou audição que varia entre 10 a 15 minutos. O que estou achando mais espetacular é poder escutar todos os dias, durante o banho, o essencial de um novo livro.
 
Isso me ajuda a escolher aqueles livros aos quais quero dar mais atenção mas, ao mesmo tempo, já gera uma série de insights e percepções que eu provavelmente levaria anos para acumular.
 
Lá no 12 (apelido carinhoso!) você encontra livros sobre Produtividade, Motivação e Inspiração, Psicologia, Saúde e Bem-estar, Empreendedorismo, Gestão e Liderança, Marketing e Vendas, Dinheiro e Investimentos, Comunicação e Networking e muito, muito mais!
 
Não deixe de fazer o acesso gratuito de 3 dias. A ferramenta é espetacular e sou muito grato aos criadores. Depois você terá a chance de continuar assinando por um valor menor que o preço de um livro por mês, tento acesso a todo acervo, que cresce todas as semanas.
 
Ah! E tem mais: é uma iniciativa brasileira, então vale muito a pena apoiar! Em outra postagem falo do Audible e do Ubook, ferramentas nas quais você pode escutar livros inteiros e que servem para você escutar na íntegra os livros que você escutou no 12 minutos e mais te chamaram atenção.
 
Vai lá, se cadastra, experimenta e depois me conta o que achou, aqui embaixo nos comentários! Me diga se não foi uma sacada fantástica!

 

PS: Hoje pela manhã, escutei Sprint – Como Resolver Grandes Problemas e Testar Novas Ideias em Apenas Cinco Dias, de Jake Knapp & John Zeratsky & Braden Kowits durante o banho e A Startup Enxuta, de Eric Reies durante o café da manhã, aproveitando que meus pequenos ainda estavam dormindo e eu estava sozinho na cozinha.

 

PS2: Não fique viciado na ferramenta e ocupe todo o tempo que você deve dedicar à família e aos amigos buscando hiperprodutividade. Tempo na Natureza e em convívio com pessoas é fundamental. Escrevo aqui pois, com alguma frequência, preciso me lembrar para seguir a vida com autonomia, excelência e propósito, sem comprometer os laços humanos a serem desenvolvidos concomitantemente.
Mar 19

Aaaaarg.fail, Sci-hub, LibGen, TAL, LBRY e outros repositórios livres para artigos científicos, livros e mídias variadas

By rafaelreinehr | Blogs e Internet , Cibercultura

Somos contemporâneos de uma época de Transição. Mais uma delas, por sinal. Vislumbramos o surgimento da Internet com toda sua potência e possibilidades, a liberação de criações antes  privadas, tornadas acessíveis a todos com acesso à WWW (Napster, Audiogalaxy, Torrents). Aaron Swartz morreu defendendo o conhecimento livre, aos 26 anos.

Esta postagem não tem o intuito de recuperar toda a história das lutas pelo OKN (Open Knowledge, ou Conhecimento Livre), mas traz algumas das ferramentas atuais que podem ser utilizadas por quem deseja se aperfeiçoar a partir do conhecimento acessível e compartilhado na web.

Vamos a elas:

Aaaaarg.org –  http://aaaaarg.fail: Originalmente conhecida como aaarg.org, um acrônimo para Artists, Architects, and Activists Reading Group, foi criada por Sean Dockray e após vários processos, precisou mudar de domínio mais uma vez, hoje sendo hospedada em http://aaaaarg.fail. Trata-se de um grande repositório de livros de ciências humanas, arte contemporânea, teoria crítica, artigos científicos, teses, anotações e trabalhos que dificilmente são encontrados em qualquer outro lugar. Para não perder contato, se eles precisarem mudar de endereço mais uma vez, siga-os no twitter em https://twitter.com/aaaarg

Sci-Hubhttp://sci-hub.cc: Criado pela neurocientista russa Alexandra Elbakyan, o Sci-hub é, na verdade, um script que “desbloqueia” e libera o acesso a milhões de artigos científicos de várias revistas e editoras espalhadas pelo mundo. Seu objetivo é “remover todas as barreiras no caminho da ciência”.

Library Genesishttp://libgen.io: Um gigantesco repositorio de livros, revistas, quadrinhos, pinturas e artigos científicos. Diversão garantida por dias e dias e dias e dias…

LBRY – https://lbry.io: Criada por Jeremy Kaufman, pretende ser o futuro do compartilhamento digital. Uma biblioteca digital descentralizada onde cada um é dono do seu próprio conteúdo e pode distribui-lo gratuitamente ou de forma paga, sem publicidade ou custos de intermediação. Inicia em ABRIL DE 2017. Quer ser um dos primeiros a conhecer? Acessa por aqui: https://lbry.io/get?r=B6IVb

TAL – The Anarchist Libraryhttp://teias.org/tal: A Biblioteca Anarquista é o maior repositório de textos anarquistas e libertários da atualidade, em várias línguas. A versão brasileira ainda está em construção. Se você deseja contribuir com ela, deixe um comentário!

Se você quer saber um pouco mais sobre o conceito de RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS (REA em português e OER (Open Educational Resources) em inglês), leia meu capítulo sobre o assunto no livro Recursos Educacionais Abertos – Práticas Colaborativas e Políticas Públicas. O capítulo chama-se Recursos Educacionais Abertos na Aprendizagem Informal e no Auto-didatismo e pode ser lido AQUI.

Se você conhece outras plataformas que espalham o conhecimento livre, compartilhe nos comentários! Elas serão adicionadas ao texto do artigo.

Gostou deste artigo? COLABORE para que possamos fazer mais: http://reinehr.org/viva-o-mecenato/

Referências: 

  1. https://www.memoryoftheworld.org/blog/2014/10/28/aaaaarg-org/
  2. https://monoskop.org/Aaaaarg
  3. https://monoskop.org/The_Public_School
  4. https://pt.wikipedia.org/wiki/Aaron_Swartz
  5. https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandra_Elbakyan
  6. https://twitter.com/LBRYio
  7. https://lbry.io/news/20000-illegal-college-lectures-rescued
  8. https://www.youtube.com/watch?v=DjouYBEkQPY
  9. Recursos educacionais abertos na aprendizagem informal e no autodidatismo
  10. http://www.livrorea.net.br/livro/home.html
Mai 24

Decifrando dores e desejos: Chegaram os novos livros de marketing digital

By rafaelreinehr | Bem-estar , Blogs e Internet , Dicas e Truques , Efervescências , Medicina e Saúde , Medictando , Novidades!

Recebi hoje da Amazon alguns livros sobre marketing digital, psicologia de consumidores, storytelling e assuntos afins.

Continua a jornada iniciada no verão/outono de 2015 e que está me levando a construir, junto com meu Time, uma das mais sensacionais, prazerosas e significativas empreitadas dos últimos tempos: o melhor e maior portal de Educação em Saúde, Bem viver, Qualidade de Vida e Felicidade do nosso planeta.

Vem comigo nessa jornada. Assine o feed do blog e acompanhe o passo a passo da criação desse empreendimento coletivo.

image

Fev 10

Receitas caseiras de Desodorantes, Xampus, Sabonetes, Pasta de Dente e outros produtos de higiene pessoal

By Rafael Reinehr | Blogs e Internet , Coolmeia , Dicas e Truques , DIY - Faça você mesmo , Ecologia , Ideias , Sustentabilidade e Resiliência , Tecnologia

No dia 23 de janeiro, fiz uma postagem no facebook conclamando amigos e conhecidos a compartilharem comigo algumas dicas de higiene pessoal feitas em casa e naturais. A mensagem foi a que segue:

Amigos – Estou na busca de mudar todos meus produtos de higiene para produtos feitos em casa ou tão naturais quanto possível.
Posso contar com vossa ajuda para indicar sites, receitas, lojas em todo Brasil que vendam substratos para quem quer fazer em casa e também já prontos?
Falo de pasta de dentes, sabonetes, desodorantes, perfumes, etc. Shampoo já não uso mais, uso o Sempu
Além disso, vou registrar estes pontos de distribuição e algumas receitas e fazer um pequeno guia em .pdf e depois distribuir por aqui e em outras mídias. Vambora?

sabonetes2

Foto de Sachi – https://supasoap.wordpress.com/ – (CC BY-NC-SA 2.5 BR)

A resposta que obtive foi supimpa! Em poucos dias pipocaram várias referências, que cito abaixo, somadas às que eu já havia compilado em 2013 para o grupo Higiene > DIY Faça Você Mesmo > Aprendizagem da Coolmeia. Enquanto isso, ganho tempo para criar o “pequeno guia em .pdf”, com receitas e referências, ao qual me comprometi.

Sabonetes:

Xampus:

Pasta de dentes:

Desodorantes:

Óleo hidratante pós-banho:

Cuidados de higiene em geral:

Produtos naturais em geral:

cosmeticos-naturais

Rica participação da Giselle Zambiazzi, que compartilhou uma série de receitas bem práticas, simples e eficientes. Vejam o que ela disse:

“Em dezembro fiz um minicurso num encontro de permacultura que ensinou várias receititas rápidas para fazer tudo em casa. Bem, ensinamento número 1: bicarbonato de sódio é o segredo pra tudo. Ele serve pra quase tudo o que a gente precisa. Só precisa saber dosar pra equilibrar com as necessidades do seu corpo, teu PH, tua oleosidade, etc. e isso se descobre ao longo do uso e da experimentação. Vou escrever ali embaixo as receitas-base e o resto pode ir adaptando.

Xampu: Água, bicarbonato de sódio numa proporção a 10%. Aham… é só isso. Aí (ideia minha) dá pra acrescentar coisas como um chá que tenha a ver com a necessidade do seu cabelo seja pra dar cheirinho ou pra equilibrar. Lembrando que a dosagem do bicarbonato será aumentada ou diminuída conforme seu corpo responder. Uso: passe a solução no seu cabelo e deixe agir enquanto lava as outras partes do seu corpo. Pode acrescentar pó de juá pra fazer espuma, se quiser.

Condicionador: 90ml de vinagre de maçã e 10ml de azeite de oliva. É legal acondicionar num vidro escuro pra não reagir com a luz, se for possível. E também é bom fazer pouco de cada vez pra não estragar.

Desodorante: 100ml de óleo de coco, 1 colher de chá de bicarbonato de sódio, cravo “a gosto”

Pó dental: 2 colheres de argila branca, uma colher de canela e uma colher de bicarbonado de sódio. Não molhe a escova. Encosta até ficar um tantinho grudadinho e esfrega, esfrega, esfrega. Não precisa enxaguar se não quiser. Cuidado com a reação que algumas pessoas acabam tendo o esmalte prejudicado. É preciso ir equilibrando as dosagens, não esfregar com força, usar escova macia. Dá pra acrescentar hortelã na mistura. Essa dica é minha: óleo de girassol é um potentíssimo antisséptico bucal. Faz um bochecho diário de 10 a 15 minutos e cospe na privada porque ele sai contaminado. Eu já usei e mais do que recomendo. Chá de arruda (bochecho) é poderoso também pra limpar a boca e combater mau hálito.

Esfoliante facial e corporal: pó de café. Aquele que você usou para fazer seu cafezinho matinal, sabe? Então… pega ele e mistura com mel. Mistura uma proporção que fique uma bolinha, uma massinha, Pronto. É só passar, deixar agir um pouco e lavar.

Enxaguante bucal: vinagre de maçã, cravo e canela. Pode ser usado depois da escovação com a argila branca.”

E olha a dica da Danusia Peterle:

“Desodorante utilizo “leite de magnésia”, super fácil colocar na embalagem roll-on de qualquer outro desodorante (higienizando bem esses frascos)”

A Luciane Martins Monteiro compartilhou essa receita de Sabonete caseiro de alecrim:

INGREDIENTES

300 mL de azeite de oliva
175 mL de óleo de coco
120 mL de água
60 g de soda cáustica 99%
1 colher (sopa) de argila verde
Meia colher (sopa) de espirulina
1 colher (sopa) de farelo de aveia
30 gotas de óleo essencial de alecrim

MODO DE PREPARO

1. Em uma panela, misture o azeite de oliva e o óleo de coco, em fogo baixo.
Despeje os 120 mL de água de em uma tigela de vidro e coloque dentro da pia.
Vá acrescentando aos poucos os cristais de soda cáustica, até que se dissolvam.
Ao manejar a soda cáustica, use luvas, máscara e avental.
Deixe esfriar.
2. Com cuidado e devagar, despeje a mistura de soda cáustica e água na panela com o azeite e o óleo de coco.
Mexa bem.
Depois, bata com um fouet (batedor de arame/ batedor de clara em neve) por 20 segundos.
A consistência deve ser similar à de uma calda.
Junte a argila verde, a espirulina, o farelo de aveia e o óleo essencial de alecrim.
3. Coloque a mistura em um fôrma no formato de tabuleiro (23 cm) untada com azeite.
Cubra com azeite e deixe descansar por 24 horas.
Quando ainda estiver um pouco mole, corte em retângulos.
Mas não toque nos sabonetes! Faça isso com luvas!
Deixe secar e endurecer por completo.
O tempo para que isso ocorra deve ficar em torno de quatro semanas.
Esta receita rende uns 16 sabonetes.

Gandha Ocque, do Pura Chuva, complementa com uma informação importante:
“…mexer com hidróxido de sódio (soda) requer muito cuidado e responsabilidade, hoje existem cursos de saboaria natural que ensinam como fazer todo o procedimento em detalhes, indico o site do akira para a pessoa conhecer bem o que significa isso, porque poucos conhecem a saboaria natural, a maioria apenas conhece os sabonetes artesanais feitos de bases prontas.. por exemplo, fazer sabão de óleo usado é muito perigoso, cada óleo tem seu índice de saponificação,não pode usar óleo de fritura de carnes, é química pura e requer bastante pesquisa.
Ah e não precisa aquecer os óleos na panela, se a receita estiver certa, vai dar certo fazendo tudo à temperatura ambiente. Imagina se a pessoa aquece demais esses óleos e resolve colocar o mixer em toda essa mistura super quente?”
  • IMPORTANTE: Antes de testar esta e outras receitas aqui apresentadas, informe-se sobre boas práticas de produção de sabonetes naturais e demais produtos de higiene. Existem vários cursos de tempos em tempos, certamente algum em uma cidade ou bairro próximos a você.

Ficam também as dicas de algumas marcas de produtos orgânicos, veganos e/ou biodinâmicos a se buscar e avaliar o custo-benefício:

Ainda, para complementar, a dica do Vinicius Braz Rocha:

“Entre tantos links & receitas de como desprogramar, se desintoxicar da gigantesca variedade de poluentes & poluidores produtos industriais de consumo, vale conferir o canal “zero waste home” da Bea Johnson: https://www.youtube.com/user/ZeroWasteHome

a-granel

E não deixe de passar pelo blog da Cristal, o Um Ano Sem Lixo, para uma inspiração profunda. Esse assunto, o do consumo responsável e da produção mínima de resíduos, vai virar uma postagem em breve.

Se você tiver alguma receita caseira, alguma marca, produto ou loja para recomendar e gostaria de ver adicionada à próxima versão do Guia de Receitas Caseiras e Produtos de Higiene Naturais, envie as Sugestões ou Receitas pelo formulário um pouco mais abaixo.

Todo o trabalho de criação do Guia será voluntário, mas contribuições de toda sorte são bem-vindas! Se você for produtor ou distribuidor de produtos de higiene natural e quiser enviar alguma de suas criações ou produtos que comercializa como cortesia, nós certamente usaremos e ficaremos muito gratos!

Se, por outro lado, o guia que está sendo criado lhe ajudar a encontrar aquilo que busca, em breve poderás retribuir através de um sistema de micromecenato que estou bolando para ajudar este que vos fala a criar pequenas (f)(in)utilidades para seu dia-a-dia. Espero poder contar com você!




Formulário de Contato para o “Guia Definitivo das Receitas Caseiras e Produtos de Higiene Naturais

Fev 04

Dingo Bells – Eu Vim Passear

By rafaelreinehr | Ando Escutando , Blogs e Internet , Depois do Google passa aqui... , Música

Conheci há poucas semanas a banda portoalegrense Dingo Bells, e foi amor à primeira vista.

Quer curtir o som deles? Olha só!

Foi nesse mesmo dia que acabei conhecendo o Sofar Sounds, que surgiu na Inglaterra e se espalhou pelo mundo, inclusive aqui no Brasil. Enquanto escrevo este artigo, já são 209 cidades espalhadas pelo mundo organizando “shows intimistas” para compartilhar música boa.

O Canal do Youtube do Sofar Sounds, que significa “Songs From a Room” (Músicas de uma Sala) tem muita coisa boa de todos os cantos do mundo, vale a pena conferir! Tem até a música acima, em uma versão ao vivo. Confere só:

Jan 31

O Fim da Busca

By Rafael Reinehr | Blogosfera , Blogs e Internet , Efervescências , Novidades!

Ah, que bom estar de volta…

Estou retomando meu querido blog, que já existe desde 14 de dezembro de 2003, mas que nos últimos anos acabou perdendo um pouquinho de atenção em detrimento do tempo dispensado à vida offline e a outras mídias sociais.

Fato é que está na hora de retomar o prumo, priorizar o que deve ser priorizado (vita brevis, carpe diem!) e deixar a procrastinação pros baianos (que me perdoem a brincadeira!)

Provavelmente não terei o mesmo ímpeto de outros tempos, quando conseguia realizar postagens diárias e, até, pasmem, três postagens originais no mesmo dia! Ah, antanho, outrora, então, naqueles tempos… Juventude (quase) inconsequente!

O fato é que agora o chamado é outro, mas meu blog querido vai fazer parte novamente deste chamado.

Em primeiro lugar, criei um subdomínio muito especial e singular para um projeto pessoal que vai me levar a conhecer pessoas e lugares incríveis, tenho por certo: chamei-o de “O fim da busca“, nome de meu último livro e também desse projeto que culminará na publicação de mais dois volumes desta inédita pesquisa sobre A Ciência da Felicidade.

O-fim-da-busca-400-e1415107689607

Explico com mais detalhes como se dará esta jornada lá no blog do projeto. Visite O Fim da Busca e não deixe de acompanhar, sugerir, compartilhar e também, porque não, afagar meu ego ser gentil, já que gentileza gera gentileza (e felicidade!).

Para marcar esta nova fase de vida, este momento de irrupção de projetos potentes e significantes na minha existência, chegou a hora também de criar uma página pessoal no facebook, que irá complementar meu perfil pessoal por lá. Neste ano estarei chegando ao limite possível de amigos no face e, além disso, irei dividir aquilo que curto e compartilho de outras fontes em meu perfil, como sempre venho fazendo, e aquilo que eu mesmo produzo, crio, coordeno, agito e toco pra frente, na minha página. Também é mais fácil impulsionar publicações e chegar nas pessoas com a página, quando necessário.

Dito isso, não deixe de me visitar e curtir por lá, em Rafael Reinehr no Facebook. Espero poder produzir algo inspirador e bom naquele espaço.

Bem, já são  3:40 e é hora de aproveitar a chuvinha que cai lá fora não só para escrever mas também para ter uma boa noite de sono.

Fique bem. Te espero sempre por aqui!

Namastê.

 

Set 14

Conversa com uma amiga, via FB

By Rafael Reinehr | Redes Sociais

A: Minha horta embrionária tem um futuro promissor, he. Já começo a pensar na minha composteira, pq sou teimosa e ansiosa e quero fazer as coisas logo. Vê, quando der, aquele projeto que tu me disse sobre. Beijos.

Eu: ah, desculpe! esqueci completamente! – neste tempo, o projeto foi soterrado embaixo de pilhas e mais pilhas de papel, mas já estou solicitando ao departamento de projetos que crie um projeto de desbravamento arqueológico das referidas pilhas. Assim que o projeto ficar pronto, se não for esquecido em outra pilha de projetos, será encaminhado ao setor de licitações, que depois do processo legal e burocrático necessário, irá por em andamento o processo licitatório. Uma vez tendo sido, por este meio, selecionado o arqueólogo para o serviço, ele deverá subcontratar seus ajudantes para então começar a procurar pelo projeto da composteira que havia lhe prometido.

Provavelmente até o final de 2014 (se as obras da Copa não atrapalharem), terei o projeto em mãos e poderei encaminhá-lo a você.

Ou então, passo novamente lá na EPAGRI e peço outro, o que pode ser mais rápido.

1 2 3 10