Category Archives for "Blogs e Internet"

Mai 04

Internet, Redes Sociais e outras Baldades, na ESUCRI

By Rafael Reinehr | Redes Sociais

Fui convidado pela Doutoranda Roberta Mânica, professora da ESUCRI, Escola Superior de Criciúma, para ministrar uma aula sobre Internet, Redes Sociais e falar um pouco mais da minha história e meu envolvimento com as redes sociais.

Apesar da experiência de ensino-aprendizagem se dar dentro de uma instituição constituída com fins pré-determinados, fiquei feliz em saber que existe esta abertura à participação da comunidade, sempre que se julgue – meritoria ou imeritoriamente – que alguém pode contribuir à formação de outros.

Acabei de saber que o espaço a ser utilizado é um auditório e que, a princípio, serão duas turmas com as quais irei conversar. O desafio será conseguir passar o que tenho aprendido ao mesmo tempo em que nosso contato não seja somente uma aula no sentido comum do termo, como um professor passando – de cima para baixo – o conhecimento a seus alunos.

É certo que tenho estudado e convivido muito com a internet e tenho pesquisado e praticado as redes sociais nos últimos anos, podendo compartilhar em boa dose um pouco do que aprendi. Mas gostaria muito de aproveitar esta experiência para ouvir o que está turma de jovens (ou nem tão jovens) aprendizes tem a questionar e a dizer.

Para tanto, espero tirar a parte expositiva do centro e focar mais na parte deliberativa, na discussão que virá entremeada e logo após.

Desde já agradeço o convite da Professora Roberta e espero fazer jus à expectativa que se criou em torno de minha visita à ESUCRI.

nerdsonbeer
Fev 21

Nerds on Beer Criciúma #4

By Rafael Reinehr | Twitter

Fui convidado pela Ju Dacoregio a participar do quarto Nerds on Beer, carinhosamente conhecido como NOB, em Criciúma, no próximo dia 26 de fevereiro. Nesse dia, blogueiros e twiteiros de Criciúma estarão se encontrando e confraternizando no La Bodega. Uma ótima oportunidade para conhecer pessoalmente figuras que só conhecemos através de pequenos avatares, postagens em blog ou através de mensagens de 140 caracteres.

nerdsonbeer

Pelos comentários da postagem que anuncia o encontro, teremos uma turma da pesada por lá desta vez. A graduação alcoólica sanguínea média da galera, ao final da noite, é uma incógnita ainda. Entretanto creio que, para parte da turma, vou ter que apresentar um amigo, guru da famosa seita Glassday, onde só é permitido um ingerir um único shot de bebida alcoólica por dia. Veja uma foto do guru abaixo, preparando-se para o seu “shot” diário:

glassday

Bem, pelos relatos e fotos dos últimos encontros, será uma grande noite. Nos veremos por lá, confrades internéticos.

facebook
Out 25

Facebook agora também é Lite

By Rafael Reinehr | Só observando...

Pois finalmente o pessoal no Facebook atendeu ao pedido de milhares de usuários: lançou a versão Lite, sem todas aquelas parafernalhas que o fizeram ter tanto sucesso. O fato é que, para algumas pessoas, todos aqueles coraçõezinhos e fru-frus eram um empecilho para o bom uso da ferramenta. Você pode acessar a versão Lite indo em lite.facebook.com

facebook

Set 03

Mosaico dos followers do twitter

By Rafael Reinehr | Twitter

Conheci hoje, através do blog da Dra. Lilian Starobinas, o Twitter Mosaic, onde você consegue criar um mosaico com as imagens dos teus contatos. Muito bom ter por perto essa turma toda que, de forma quase diária adiciona uma pitada de novidades no meu monitor. E você, se enxerga aí?

Para me seguir no twitter, adicione @r4re ou acesse www.twitter.com/r4re e dê um follow.

Get your twitter mosaic here.

Armadilha de Lagostas Facebook
Ago 28

Desfazendo a armadilha para lagostas, ou: enfrentando o Facebook e suas mazelas

By Rafael Reinehr | Redes Sociais

    Redes sociais como Orkut e Facebook servem para uma coisa: encontrar pessoas. Sinceramente, acredito que devam ser utilizadas somente para isso.
    Apesar de oferecerem uma série de ferramentas de produção de conteúdo, comunicação privada e muito mais, não devemos esquecer que eles não deixam de ser um CMS (Content Management System) proprietário, de direito privado. Ou seja: são propriedade de alguém, assim como todo conteúdo que por lá é publicado. Você leu os Termos de Uso?
    Este alerta deve ser feito porque é interessante notar que muitas pessoas estão jogando sua produção em espaços sobre os quais tem pouco ou nenhum controle. O Facebook, por exemplo, impossibilita toda tipo de exportação de dados para outro sistema manejado por você.

Armadilha de Lagostas Facebook

    Michael Gilbert, em artigo publicado no Nonprofit Online News, nos dá algumas dicas de como tirar o máximo do Facebook sem ser pego na armadilha para lagostas que são as redes sociais proprietárias:

  1. Nunca solicite a ninguém usar o Facebook para interagir com você de uma forma particular ou exclusiva. Por exemplo: sempre deixe o mesmo conteúdo disponível de uma forma aberta em outro local
  2. Nunca solicite a ninguém usar o Facebook para interagir com seus pares de um modo particular. Isso quer dizer: não faça do Facebook um clube exclusivo.
  3. Sempre procure por formas de tirar as pessoas da armadilha para lagostas e colocá-las em redes de conexão amplas e públicas. Use o Facebook como um ponto de entrada para uma outra mídia, mais amplamente conectável, nunca no outro sentido
  4. Nunca desenvolva conteúdo somente para o Facebook. Essa é o corolário número 1, mas necessita de ênfase
  5. Sempre trabalhe para tornar os mapas sociais de sua rede mais visíveis. Em outras palavras, uma das características mais fortes do Facebook é a capacidade de encontrar amigos de amigos. No caso de suas redes, não deixe o Facebook ser o único local em que elas acontecem
  6. Nunca confunda o Facebook com as redes sociais as quais ele alimenta. Por exemplo, não nomeie seus projetos de redes sociais vinculados ao Facebook ou a outras mídias. Nomeie-os de acordo com os grupos de stakeholders que você está tentando empoderar
  7. Sempre seja especialmente disciplinado em seu pensamento onde pressão sobre os pares está acontecendo. Tenha em mente como você está influenciando as pessoas em virtude das conexões que você está estimulando.

    Resumo da ópera: compartilhe, mas abra o olho. Veja se não está pondo seus ovos na cesta da raposa. No mais, relaxe e goze em gotinhas.
    A capacidade de espalhar socialmente nossas atitudes, ou “social lifestreaming” será a ação que finalmente mostrará aos indivíduos o poder do “opensource”, uma ação sobre a qual cada um terá controle, e cada terminal se tornará uma plataforma de publicação representativa de seu proprietário ou autor. Atitudes voltadas para esta direção estão aparecendo em vários pontos da web, e irei abordá-las em um novo artigo.