Novidades!

O que de novo está acontecendo por aqui.


Depois de um longo tempo de entressafra

– ou poderíamos chamar de hibernação, ou pousio, termo que prefiro – estou voltando à carga com este blog, mantendo o nome original que utilizei tanto em uma série de escritos livres redigidos a partir de 2000 quanto no blog que iniciou em 14 de dezembro de 2003: Escrever Por Escrever

As postagens linkadas acima podem dar uma luz sobre o nome do blog. Mas não espere muita luz. Uma nesga, talvez.

ipe_amarelo

O fato é que, depois de tanto tempo expressando-me “coletivamente”, através da Coolmeia, Ideias em Cooperação – depositei lá boa parte das minhas criações, do meu ímpeto, da minha energia, vontade, potência – decidi me posicionar como indivíduo novamente. Como criador, como autor, como ser singular que sou.

De forma alguma isso significa que abandono meus ideais coletivos, de convivialidade, solidariedade e busca de Bem Comum. Apenas significa que tenho uma verve e uma pulsão minha, que voltarei a expressar, sempre que isto for melhor do que apresentado para e em nome de um coletivo.

Nas primeiras semanas, estarei “requentando” uma série de escritos que andei publicando aqui e acolá nestes anos todos (no Simplicíssimo, n’O Pensador Selvagem, n’o Mutatis Mutandis, na Revista DOC, na Coolmeia e outros artigos escritos e nunca publicados. Entremeando este “revival”, artigos novos, fresquinhos, destilando um pouco das percepções que se construíram nos últimos anos e que, em muito, aperfeiçoaram (ou pelo menos “remoldaram”) minha visão de mundo.

Convido você, amici, a compartilhar desta jornada, adicionando, sempre que tiver vontade, suas impressões acerca dos assuntos abordados e, até, sugerindo pautas ou então participando como articulista convidado.

Novas seções e colunas irão surgir, algumas serão reativadas e a maioria ficará na história. Vez ou outra, no processo de revisar os artigos antigos, vou repostá-los para torná-los “vivos” mais uma vez, sempre que a seriedade, atualidade ou o humor fizerem com que esta vontade se faça premente.

Sem mais, seja bem-vindx ao Escrever Por Escrever. Sinta-se em casa. Críticas construtivas e sugestões serão sempre bem-vindas. Mau humor, trollagens e depreciações gratuitas, bem como discriminações de qualquer tipo serão sumariamente amputadas.

😉

[harmonia]

Read More

Entre 28 de novembro e 5 de dezembro estarei em Gotemburgo, na Suécia, para participar do Social Capital World Forum 2012. Falarei no dia 1 de dezembro, e o tema é “Connecting Islands: The Human Quest for Transition in the 21st Century”

A programação completa do evento pode ser encontrada aqui: http://pt.scribd.com/doc/112411061/Social-Capital-World-Forum-2012-Living-Bridges-SWEDEN-BERGSJON

Read More

Atenção, o conteúdo deste artigo não é mais válido! Em breve aqui um link com novas perspectivas!

Amigas e Amigos, estou começando uma jornada diferente…

Hoje me inscrevi no Gittip, um software que permite a amigos realizarem doações semanais, via cartão de crédito, para mim (ou para você, ou para qualquer pessoa).

Mas com que objetivo que faço isso?muito-obrigado

Basicamente, tenho dedicado boa parte do meu tempo – dias, noites, madrugadas – a pesquisar, desenvolver, iniciar e espalhar uma série de iniciativas voltadas para a produção de Bem Comum, ou seja, de situações que beneficiem a todos, e não apenas a alguns.

A maior parte destes projetos, viagens, pesquisas, softwares e iniciativas foi financiado do meu próprio bolso, do dinheiro que trabalho como médico endocrinologista em Araranguá, Santa Catarina.

Entretanto, quero achar uma forma de poder financiar de forma ainda mais ampla estes projetos e iniciativas que produzem o bem e ajudam a desenvolver nossa sociedade como um todo. Projetos relacionados à educação, economia solidária, governança colaborativa, transparência, alimentação orgânica, permacultura, oficinas livres, cooperação e muito mais.

Se você, de alguma forma puder ajudar, clique no link a seguir e seja meu financiador. Comprometo-me a realizar um “balanço” mensal de todas as atividades realizadas e lhe encaminhar, para saber de que forma seu dinheiro está sendo empregado – para que assim possas decidir se queres continuar me apoiando em minha jornada. Sua ajuda pode começar com apenas 1 dólar por semana. Trato feito? Clica ali embaixo e vamos começar esta parceria!

 

Read More

moxy-reinehr

Aos incautos de plantão e a meus 4 ou 9 leitores: agora é minimalismo na veia.

Quem acompanha o blog deve ter percebido que mudei o template usual (imagem aí em cima) por um outro, muito mais limpo. Menos imagens para carregar, código otimizado e, como resultado, maior leveza e rapidez para carregar. Ultimamente estava migrando para templates cada vez mais complexos, muito bonitos e cheios de menus animados e talz mas lamentavelmente pesados, dificultando a vida do navegador a 56kbps (ainda existe?)

Espero que o resultado seja satisfatório. Valeu também ao Wagner pelo puxão em busca da otimização.

Read More
Voltei a usar o ICQ

Voltei a usar o ICQ


Posted By on out 23, 2009

icqDe tempos em tempos bate uma nostalgia.

Hoje foi um desses dias. Depois de muitos anos, voltei a instalar o ICQ (I seek you), na ocasião em que foi lançado um dos melhores comunicadores instantâneos existentes. Disponibilizava até hoje uma função que não encontramos no MSN e no G-talk, que é de ver o que a pessoa com a qual estamos teclando digita em tempo real, enquanto ela ainda está digitando.

Essa particularidade faz com que possamos antecipar respostas antes da conclusão da sentença. Um ganho de tempo interessante.

Na ocasião que criei pela primeira vez o ICQ, eu tinha um número de registro de 4 ou 5 dígitos, hoje ele já está na casa dos 9! Segue meu novo número: 587202165

Vejo você por lá!

Read More

Sabe quando você está naquela sanha de organização?

Pois então. Estou no meio de uma destas ondas de organização extrema, e a redução do meu ritmo de trabalho está me proporcionando esta possibilidade que é também, para mim, um prazer.

Não sou das pessoas com o desktop mais organizado, mas com as últimas resoluções que tomei, consegui organizar meu MacBook e manter o desktop abaixo, que abre em um zás (não tem nem o traz de tão rápido Wink). Deixei apenas o mínimo possível para não perder tempo, no caso a barra de ferramentas na parte superior. O Dock é auto-ocultável e me garantiu mais um espaço ao navegar na web ou utilizar outros programas.

Outra coisa boa de não ter pastas no desktop foi o fato de que agora obriguei-me a organizar uma bela estrutura de pastas e sub-pastas, algo que, confesso, nunca tive organizado de forma inteligente.

Veja aí embaixo se a ideia te agrada e me conta:

como você organiza o seu desktop? (clique na imagem se quiser ampliar para 1280×800)

minha-tela meu desktop

Read More
%d blogueiros gostam disto: