Category Archives for "Tudo Que Você Precisa Saber Sobre"

Puberdade precoce
jul 03

Puberdade Precoce: Causas, Sintomas e Tratamentos

By rafaelreinehr | Medicina e Saúde , Tudo Que Você Precisa Saber Sobre

Os distúrbios relacionados ao tempo da puberdade, em meninos e meninas, tanto a puberdade precoce quanto o atraso puberal, necessitam sempre uma avaliação detalhada e especializada. Se não detectados a tempo, podem trazer alguns transtornos e consequências irreversíveis, como veremos a seguir.

O Que é a Puberdade Precoce?

A puberdade precoce se refere ao aparecimento de sinais físicos e hormonais de desenvolvimento puberal em uma ideia mais precoce do que a considerada normal. Por muitos anos, a puberdade foi considerada precoce em meninas mais novas que 8 anos; entretanto, estudos recentes indicam que sinais de puberdade precoce (surgimento de mamas e pelos pubianos) estão com frequência presentes em meninas (principalmente negras) em idade entre 6 a 8 anos. Para os meninos o início da puberdade antes de 9 anos é considerada precoce. Ambas as situações demandam uma avaliação cuidadosa por um médico endocrinologista para que se saiba se o caso se trata de puberdade precoce verdadeira e necessita tratamento ou se apenas é um caso de surgimento precoce dos sinais de puberdade sem que isso traga prejuízos à criança.

O início muito precoce da puberdade pode levar a uma série de problemas. O rápido crescimento inicialmente causa uma alta estatura para a idade, mas a rápida maturação óssea pode levar à interrupção do crescimento muito precocemente, resultando em baixa estatura na vida adulta. O aparecimento de seios e menstruação precoce em meninas e o aumento rápido de libido nos meninos pode causar estresse emocional para algumas crianças.

 

Quais são as possíveis causas?

Entre os diagnósticos diferenciais para puberdade precoce mais frequentes, encontram-se a Síndrome dos Ovários Policísticos, a Hiperplasia Supra-renal, Tumores ovarianos e adrenais, a Puberdade precoce central idiopática, todas elas necessitando de acompanhamento e tratamento específicos. Ainda existe a possibilidade de um desenvolvimento de caracteres sexuais secundários de forma precoce porém transitória, sem evolução clínica ou laboratorial, e neste caso apenas se realiza o acompanhamento próximo até a idade puberal. Entre as causas neurológicas de puberdade precoce, que representam a minoria dos casos, já que a maioria é idiopática, encontram-se:

  • Tumores (Astrocitomas, gliomas, tumores de células germinativas que secretam HCG)

  • Hamartomas hipotalâmicos

  • Lesão do Sistema Nervoso Central causada por inflamação, cirurgia, trauma, radioterapia ou abscesso

  • Anomalias congênitas (hidrocefalia, cisto aracnóide, cisto suprasselar)

Como descobrir qual a etiologia?

A investigação é feita com base em uma anamnese cuidadosa, exame físico, acompanhamento da curva de crescimento e na avaliação de uma série de hormônios produzidos pela hipófise, pelas supra-renais, pelos ovários (em meninas) e pelos testículos (em meninos), além de uma avaliação da idade óssea através de um raio-X das mãos e dos punhos, uma ecografia pélvica e abdominal e, em alguns casos, a realização de ressonância magnética da hipófise e das supra-renais.

Qual é o tratamento?

O tratamento é específico para cada causa. É muito importante que o endocrinologista saiba diferenciar a puberdade precoce central (PPC) da Pseudopuberdade Precoce (PPP). No primeiro caso, existe uma maturação precoce de todo o eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal, e encontramos todas as mudanças físicas e hormonais da puberdade. Na pseudopuberdade precoce, que é uma condição muito menos comum, existe uma produção de hormônios sexuais independente de um estímulo do hipotálamo e da hipófise. O diagnóstico correto da causa específica é necessário, já que a avaliação e o tratamento de pacientes com pseudopuberdade precoce é diferente daquele de pacientes com puberdade precoce central.

Na puberdade precoce central idiopática, geralmente é necessário o bloqueio da puberdade com injeções mensais de acetato de leuprorelina ou triptorrelina; na síndrome dos ovários policísticos, a perda de peso e um tratamento com metformina em geral controlam os sintomas e previnem ou retardam a evolução da enfermidade, muitas vezes sendo necessários anticoncepcionais com “bloqueadores de hormônios masculinos” para complementar o tratamento. Em resumo, as escolhas precisam ser individualizadas, pois cada paciente é único.

O diagnóstico preciso e específico é também muito importante pois ele vai determinar a necessidade de tratamento ou somente acompanhamento.

OBS: Este artigo é um esboço. O artigo completo será publicado em algumas semanas em http://dr.reinehr.org, site em construção. O artigo sobre atraso puberal será publicado posteriormente, no mesmo site.

OBS2: Segue abaixo um artigo modificado e atualizado da entrevista: “Transformação Antes da Hora”, feita pelo jornalista Itamar Melo com as endocrinologistas pediátricas Leila Cristina Pedroso de Paula e Marcia Puñales, publicada em 28 de maio de 2016, no “Caderno Vida”, do Jornal “Zero Hora”, RS.

Puberdade Precoce

Leila Cristina Cardoso de Paula (RS), Marcia Puñales (RS)

A puberdade precoce é um problema que pode atingir crianças muito pequenas, principalmente meninas, necessitando acompanhamento especializado e informação para a família.

O que é puberdade precoce? Qual é a idade normal para surgirem os primeiros sinais de puberdade no meu filho ou minha filha?

Puberdade é a fase da vida em que ocorrem modificações no corpo de uma criança fazendo com que ela se torne um adulto. Em meninas, a puberdade ocorre entre 8-13 anos; e em meninos, entre 9-14 anos. Nas meninas, o primeiro sinal de puberdade é o surgimento do broto mamário e, nos meninos, o aumento do tamanho dos testículos. Nesta fase também surgem os pelos pubianos, pelos axilares, odor axilar, acne e aumento da oleosidade da pele. A primeira menstruação, chamada de menarca, ocorre em média dois anos depois do aparecimento das mamas. Considera-se como precoce a puberdade que surge antes dos 8 anos em meninas e dos 9 anos em meninos; e atrasada, a puberdade que tem inicio após os 13 anos em meninas e após os 14 anos, em meninos.

Mas, parece que tem sido comum a antecipação destes sinais, é verdade?

Há indícios de que são cada vez mais numerosos os casos em que o inicio do processo de amadurecimento esteja ocorrendo antes da idade considerada adequada.

Quais são as causas da puberdade precoce?

A puberdade precoce é causada pelo aumento antecipado dos hormônios sexuais no sangue, seja porque a criança se expôs a algum hormônio (ex: medicamentos); ou porque suas glândulas (ex: pituitária, ovários nas meninas e testículos nos meninos), passaram a produzir, por algum motivo, esses hormônios sexuais de forma precoce. 2 O começo da puberdade é influenciado por fatores genéticos, psicológicos e ambientais (ex: condições socioeconômicas, estado de saúde, nutrição). A puberdade tende a surgir mais cedo em meninas cujas mães menstruaram com menor idade, naquelas com relato de puberdade precoce na família paterna, nas que tiveram baixo peso ao nascer ou que sofreram de obesidade na infância. Quando nenhuma causa é identificada, diz-se que a puberdade precoce é idiopática. É como se tivéssemos um relógio dormente na hipófise, uma glândula situada na base do cérebro, com tempo certo para “despertar”. Em determinado momento da vida, não se sabe exatamente por que, esse relógio é ativado e resolve despertar “fora de hora”, mais cedo. A partir desse instante, a hipófise passa a liberar no sangue os hormônios LH e FSH. Esses hormônios, por sua vez, estimulam as gônadas (os ovários nas meninas e os testículos nos meninos), levando a produção de estrógeno nas meninas e de testosterona nos meninos.

É verdade que agrotóxicos e plásticos podem estimular as crianças a entrarem na puberdade mais cedo?

Pouco mais de um século e meio atrás as meninas tinham a sua primeira menstruação, conhecida como menarca, em média, aos 17 anos. Essa idade foi caindo com o passar do tempo e, hoje, está na faixa dos 12 anos. Uma das hipóteses para a antecipação da puberdade diz respeito ao contato com os chamados desreguladores endócrinos, substâncias com capacidade para alterar o funcionamento do sistema endócrino-hormonal presentes nos agrotóxicios e nos plásticos. Um dos desreguladores suspeitos é o bisfenol A, presente em diversos plásticos e embalagens. Em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) proibiu a presença desta substância nas mamadeiras, pelo risco que representa para as crianças, mas ela continua presente em latas de refrigerantes e outras embalagens. Também há desreguladores na soja, mas o entendimento é que seria necessário o consumo constante e de uma grande quantidade de soja para que esse efeito pudesse ser provocado.

Minha filha começou a aumentar as mamas antes dos oito anos de idade. Preciso me preocupar com isto?

Em alguns casos o surgimento de mamas antes dos oito anos pode ser uma variação da normalidade, e não exige tratamento, mas isso só pode ser definido após uma avaliação criteriosa por um médico. Esta variação da normalidade ocorre principalmente nas meninas, pouco antes dos 8 anos e também no primeiro e segundo ano de vida, quando ela passa por uma fase que chamamos de minipuberdade. Nos primeiros anos de vida pode haver um estímulo hormonal capaz de aumentar mamas, com regressão posterior, caso realmente não seja associado a uma doença.

Quais são as consequências da puberdade precoce?

As principais consequências da puberdade precoce são: transtornos psicológicos e de comportamento; maior risco de abuso sexual; baixa estatura quando adulto; maior risco de obesidade, hipertensão, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral e certos tipos de câncer – atribuído à exposição precoce ao hormônio estrógeno.

Tenho sobrinhos gêmeos, uma menina e um menino, e ambos começaram com cheirinho embaixo do braço, uns cravinhos e agora, com 6 anos e 10 meses, começaram com pelinhos. Isso é puberdade precoce?

Pode ser, ou não. A glândula adrenal (ou suprarrenal), às vezes começa a secretar os hormônios andrógenos, também relacionados ao amadurecimento sexual de forma precoce. Essa ocorrência é chamada de adrenarca. Na maioria das crianças isto não provoca nenhum tipo de manifestação clínica, entretanto em algumas pode ser responsável pelo odor nas axilas, pelo aumento da oleosidade da pele, acne, cravos e aparecimento de pelos pubianos e axilares. Quando isso ocorre antes do tempo (8 anos nas meninas e 9 anos nos meninos) é considerado precoce e pode estar relacionado com doenças potencialmente sérias, como um tumor adrenal ou um mal funcionamento adrenal conhecido como hiperplasia suprarrenal congênita. Nesta situação também é necessária uma avaliação cuidadosa por um médico.

Qual é o tratamento da puberdade precoce?

O tratamento depende da causa. No caso da puberdade precoce central, ele consiste de injeções, mensais ou trimestrais de um hormônio, que faz a puberdade regredir. Esta mesma medicação funciona como um freio no desenvolvimento do esqueleto, melhorando a estatura final destas crianças. A expectativa é manter o tratamento até por volta dos 12 anos de idade óssea e após suspender as injeções, liberando o corpo para desenvolver-se – desta vez, na hora certa. Outras vezes é necessário cirurgia para remover a causa do problema; e outras vezes nenhum tratamento é recomendado, além do acompanhamento médico.