Small House Society – Sociedade da Casa Mínima

Posted By Rafael Reinehr on ago 11, 2008 | 5 comments


 

Casa PequenaA Small House Society é uma organização gerenciada de forma cooperativa dedicada a promover alternativas de moradias menores e mais ecológicas. Seus membros praticam os preceitos que pregam.

A Small House Society é a voz do Small House Movement (Movimento da Casa Mínima), movimento que inclui artistas de cinema que agora vivem em espaços menores que 900 metros quadrados (!), famílias que vivem felizes em pequenos bangalôs feitos à mão e exemplos mais extremos como pessoas que vivem em pequenos trailers ou casinhas com apenas alguns metros quadrados ao seu redor.

Os fundadores da Small House Society, Jay Shafer, Shay Salomon, Nigel Valdez e Gregory Johnson defendem que, com os recursos economizados na construção de uma casa menor e mais adaptada às suas reais necessidades, sobra mais tempo e dinheiro para o lazer, a família, para a educação, saúde e outras coisas que realmente importam.

Como diz Jay Shafer: “Quando o mundo todo é sua sala de estar, uma pequena casa parece suficiente”.

Tá certo que sou um cara ecológico mas, falando do fundo do coração, não consigo me imaginar vivendo com minha esposa e dois filhos em casas como as que vou mostrar abaixo:

Greg Johnson
Greg Johnson, um dos fundadores da Sociedade da Casa Mínima

Pia da Casa
Pia da Casa de Greg – A casa não tem banheiro, Greg usa o banheiro da casa do pai, que mora ao lado

Quarto da Casa
O quarto da casa fica em cima; cabem exatamento 2 pessoas

E você? Até onde vai seu ideal ecológico? A idéia é boa, mas você a praticaria?

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

5 Comments

  1. é preciso diminir .
    Creio que não precisamos diminuir até tal ponto se temos filhos, acho bom viver em casas pequenas, mas sem perder o conforto. Utilizar o que temos de recursos de maneira consciente e diversificar o que e como usamos tudo o que temos aqui na terra é o que deve ser nossas futuras e atuais prioridades.

    Post a Reply
  2. quero uma moradia assim
    Uma coincidencia foi ter visto esta reportagem num caça-palavras e adorei pois antes mesmo de conhecer esta sociedade eu ja tinha um esboço de uma casa minima assim sobre rodas e gostaria de saber como faço para conseguir.trabalho por comta faço artezanato não tenho muitos recurços e gostaria de ter uma casa assim e divulgar este projeto pois tenho muitos amigos que gostariam desta moradia por favor mandem-me resposta estou aguardando
    desde ja muito obrigado.

    Post a Reply
  3. Achei a que o Greg esta muito bonita o ideal para no maximo 2 pessoas.O mais complicado e a falta de banheiro.Toda ideia e valida quando o assunto e o nosso planeta

    Post a Reply
  4. Vida
    Eu imagino essa idéia da casa mínima como uma forma de minimizar os impactos ambientais que as construções humanas e urbanização causam ao meio-ambiente,partindo desta interpretação eu farei minha casa(quando puder ter uma)com uma horta eu jardim/praça no lugar do teto(em cima da casa),coletores de agua,painéis solares,aquecedores solares,etc… de modo a viver com o máximo de sustentabilidade,ainda não descobri uma maneira de cortar os custos com comunicação que não seja “fora da lei” mas não descarto a idéia,ja agua,luz e aquecimento ja tem inúmeras soluções prontas,basta praticar.
    Se fosse levar a serio essa ideia de casa mínima como forma de manter uma vida simples não poderia pois tenho em torno de 2-3.000 livros que demandam um bom espaço para serem estocados.
    Alem de uma coleção de pequenos objetos e coisas indispensáveis como cds de música e obras de arte.
    Isto é uma idéia a ser evoluída ja que não posso viver sem musica,arte nem comunicação/pesquisa(computador),que são umas das poucas coisas que ainda nos restam de verdadeiras, reconfortantes e livres.
    Mas como disse antes,esta é uma ideia a ser amadurecida.
    Gabriel

    Post a Reply
  5. 🙂 é só o que precisamos

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: