07/09/2009 – Sete de setembro sem sentido

Posted By Rafael Reinehr on set 7, 2009 | 2 comments


Nesse sete de setembro vou passar o dia inteiro, em função do meu amor, dos meus cães e terminando de anotar meus apontamentos da leitura de Abaixo ao Trabalho, compilação de Paulo Capra para a Editora Deriva.

E você, vai fazer o quê?

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

2 Comments

  1. A independência é a morte! Viva a interdependência
    Talvez se reconhecêssemos que somos, de fato, seres interdependentes, que ninguém vive sozinho (não se é capaz de comer um prato de arroz com feijão, em uma cidade, sem depender de pelo menos meia dúzia de pessoas, desde o agricultor, passando pela turma do supermercado até o preparo no restaurante ou em nossa casa), as coisas seriam diferentes e, quem sabe, conseguissemos, da interdependência, criar nossa “independência”.

    Sobre o OPS!, é isso aí. Fique zen: não vou procurar ninguém pra falar sobre Dublin. Se surgir alguém, avise-me. Se quiser voltar a escrever, o espaço já é seu. Abraço.

    Post a Reply
  2. o dia da independência
    Todos os dias de independência eu faço a minha pergunta: será que já somos independentes? Penso na história e etc. Mas, também aproveitei minha família, comi um bom almoço e jantar. Estou no Brasil para fazer um curso, resolvi abandonar Dublin um pouco. E por isso, procurei alguém para me substituir lá na OPS. Não encontrei ninguém. E faz um tempo que não escrevo nada, por falta até da presença, de coração para isso. Gostaria que você se sentisse livre para encontrar outra pessoa que escreva sobre lá..Estaria certo para ti?

    Grande abraço

    Keila

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: