Prioridades

Posted By Rafael Reinehr on jan 20, 2008 | 1 comment


Chega um momento na vida de um homem em que ele precisa definir prioridades. Quanto antes esta percepção existir, maior é a probabilidade de se viver
plenamente a vida. Muitas pessoas parecem que passam pela vida sem ao menos sentir o mundo que respira ao seu redor.

Não lembro exatamente que idade tinha quando me dei conta dessa noção de definir "prioridades", atividades que deveriam ser colocadas "antes" de outras, menos importantes para aquela fase da vida.

Chega um momento na vida de um homem em que ele precisa definir prioridades. Quanto antes esta percepção existir, maior é a probabilidade de se viver
plenamente a vida. Muitas pessoas parecem que passam pela vida sem ao menos sentir o mundo que respira ao seu redor.

Não lembro exatamente que idade tinha quando me dei conta dessa noção de definir "prioridades", atividades que deveriam ser colocadas "antes" de outras, menos importantes para aquela fase da vida.

Escolha

 

É certo que as prioridades mudam em consonância com nossa maturidade e conquistas na vida. No segundo grau, minhas prioridades eram conseguir ficar com uma menina em cada festa, aprender a tocar violão e guitarra, tirar boas notas na escola, ganhar do Marcelo no tênis e do Eduardo no basquete. Hoje, aos 31 anos, certamente tenho outras prioridades, quais sejam:

1. Cuidar da minha família
2. Cuidar da minha saúde e de minha esposa, incluindo-se aí a realização de atividades físicas e os cuidados alimentares, além de revisões médcas e dentárias regulares
3. Manter-me atualizado na Endocrinologia e bem cuidar de meus pacientes
4. Tratar de adquirir um pedaço de chão para morar nos próximos anos de vida e constituir minha própria família
5. Tocar adiante uma série de projetos iniciados na internet
6. Aumentar meu tempo livre e preparar-me para a chegada de um filho, daqui a um par de anos
7. Incrementar minha atenção a livros e músicas
8. Investir em um novo negócio, que garanta uma aposentadoria tranqüila.
9. Criar confrarias com amigos queridos e entrar em algumas já constituídas, para trocar genuínas experiências de vida
10. Limitar o uso da internet a, no máximo, 3 horas por dia, pois assim poderei fotografar mais, passear mais, namorar mais, ler mais, escutar mais música,
fazer mais exercícios, visitar mais os amigos, sentir mais a Natureza e este mundinho bão!

 

Não é primeiro de janeiro, mas esta lista me pareceu agora um conjunto de resoluções de Ano Novo. Que seja. O importante é que estas prioridades não sejam apenas ilusões escritas para me confortar.

Do lado de cá da minha humanidade, tratarei de esforçar-me para que este ano reflita nos meus atos as prioridades acima.

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

1 Comment

  1. Gostei da exposição de suas prioridades.Como você mencionou as nossas prioridades mudam com a idade. As minhas por exemplo eram:
    Quando eu tinha um ano a minha prioridade era mamar.Mamava todos os dia, várias vezes por dia.
    Quando eu tinha dez anos a minha prioridade era brincar. Eu brincava todos os dias, quase o dia todo.
    Quando eu tinha vinte anos minha prioridade era estudar. Na época fazia faculdade:além de frequentar as aulas estudava em casa todos os dias.
    Quando eu tinha trinta anos a minha prioridade era “trepar”.Já tinha um bom emprego,não tinha nenhum tipo de problema, quer financeiro, religioso, de saùde ou amoroso, então só pensava “naquilo”, todos os dias, e quando não tinha nada para fazer, o dia todo.
    Quando eu tinha quarenta anos a prioridade de minha vida passou a ser trabalhar; sustentar a família e deixar alguma coisa para os filhos.
    Quando eu tinha cinquenta anos a minha prioridade ainda era trabalhar; consolidar o meu patrimônio.
    Quando eu fiz sessenta anos a minha prioridade passou a se a minha aposentadoria, fazer nada ou quase nada, meditat.Agora sim, eu tinha tempo disponível para meditar sobre afinal quem somos nós humanos, donde vinhemos para onde iremos e o que estamos fazendo aquí.Também escrever um livro, se possívem em prosa e versos, o que fiz e com muita satisfação.
    Hoje, com quase setenta nos a minha prioridade é procuar levar uma vida saudável; boa alimentação, com muitas frutas e verduras, fazer algum exercício físico, não fumar,beber com mederação. Afinal, plagiando alguém, se não me falha a memório o “Rei” Roberto Carlos. as três melhore coisas da vida são:Em primeiro lugar a saùde, em terceiro lugar sorvete, em segundo lugar sexo.
    Quando eu tiver oitenta anos, caso eu chegar até lá, a minha prioridade certamente será sobreviver.

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: