Category Archives for "Artes"

por-tao-poucos-terem-tanto
Nov 16

Por tão poucos terem tanto é que tantos tem tão pouco – Eduardo Marinho

By Rafael Reinehr | Artes Plásticas

A vida tem dessas coisas. A vida hiperconectada também. Não fosse pela internet, hoje não estaria com uma gravura do artista, anarquista e visionário Eduardo Marinho na minha sala.

Foi numa dessas conexões inesperada que me deparei com o vídeo do Eduardo que mostro abaixo:

 


Esse vídeo me fez querer saber mais do cara e fui atrás. Uma googlada aqui, outra lá, achei um blog dele, o Observar e Absorver e daí foi um toque para os primeiros contatos por e-mail.
Numa dessas conversas, acabei me interessando também pelo lado “artista de rua”ou “artista marginal” do Eduardo, e adquiri uma de suas obras, que talvez possamos entitular “Por tão poucos terem tanto é que tantos tem tão pouco“, que ilustro abaixo.

por-tao-poucos-terem-tanto

Uma grande verdade, não é mesmo?

Isso aí meu amigo! Continue sempre na luta nos inspirando com seu pensamento e suas ações. Em breve, vou falar por aqui ou acolá sobre tua Pençá, um belo fanzine que merece ser mais divulgado.
Birmânia
Aug 09

Birmânia? Ilusão de ótica? Obra de arte?

By Rafael Reinehr | Artes Plásticas

    Olhe para a seguinte foto. Birmânia

     Esta foto é de uma formação rochosa que existe em um lago da Birmânia. Só é possivel tirar essa foto em um determinado período do ano, devido a  iluminação solar. Agora apóia a cabeça sobre o teu ombro esquerdo e verás por que ela é espetacular.

    Recebi esta foto por e-mail em um .pps e não sei se a história é verídica ou se é obra de algum artista plástico buscando se promover ou ainda se é lorota inventada por alguém. O fato é que é uma imagem realmente bonita e impressionante. O quê? Você não viu nada? Clica aqui então (ou olhe abaixo)!

Continue lendo

DiLima 99
Aug 10

DiLima ’99

By Rafael Reinehr | Artes Plásticas

O díptico a seguir é obra da pintora santa-mariense de 74 anos radicada em Porto Alegre Dilva Lima. Feito com as mãos, enriquece o espírito de quem o contempla e pode ser apreciado na sala de nossa casa. Foi amor à primeira vista, adquirido na Galeria Enternelle, em Canela – RS, julho de 2006. Os tons estão puxando mais para o amarelo na tela do computador do que na "vida real", portanto uma visita pra um chimarrão é a pedida para conferir a obra em seus tons verdadeiros.

DiLima 99

DiLima 99