Criciúma Open 2008

By Rafael Reinehr | Tênis

Mar 17
Jussara

JussaraEste fim-de-semana foi diferente dos habituais para Carol e eu. Participei do Criciúma Open, torneio de tênis que aconteceu no Criciúma Clube neste sábado e domingo. Foi uma experiência interessante, para um cara que recomeçou a jogar tênis há menos de 5 meses, depois de mais de 14 anos parado.

Na sexta-feira foram 2 jogos, o primeiro com o filho de um professor de tênis do Mampituba Tênis Clube. Comecei todo trêmulo e inseguro. Comecei perdendo para o jovem atleta, mas me recuperei e ganhei os 2 sets. O segundo jogo foi uma pedreira, cheguei a estar perdendo o primeiro set por 4 a 2 e virei para 6-4 e ganhei o segundo por 6-3.

No fim do dia estava quebrado. Cheguei em casa e fui direto deitar. Isso nunca acontece. Sempre vou para a internet ou assistir à TV ou ler um livro. Estava morto.

Vejam as fotos clicando no Leia Mais.

 

Este fim-de-semana foi diferente dos habituais para Carol e eu. Participei do Criciúma Open, torneio de tênis que aconteceu no Criciúma Clube neste sábado e domingo. Foi uma experiência interessante, para um cara que recomeçou a jogar tênis há menos de 5 meses, depois de mais de 14 anos parado.

Na sexta-feira foram 2 jogos, o primeiro com o filho de um professor de tênis do Mampituba Tênis Clube. Comecei todo trêmulo e inseguro. Comecei perdendo para o jovem atleta, mas me recuperei e ganhei os 2 sets. O segundo jogo foi uma pedreira, cheguei a estar perdendo o primeiro set por 4 a 2 e virei para 6-4 e ganhei o segundo por 6-3.

No fim do dia estava quebrado. Cheguei em casa e fui direto deitar. Isso nunca acontece. Sempre vou para a internet ou assistir à TV ou ler um livro. Estava morto.

No domingo, novamente meu jogo era o primeiro: às 8:00. Uma pedreira maior ainda. Peguei o Marcos Vinícius, de Araranguá. Perdi o primeiro set fácil fácil, 6-2. Achei que ia voltar mais cedo pra casa. de forma supreendente, para mim e para ele, ganhei o segundo set por 6-1 e, no tie-brake, acabei ganhando por 10-6. Que sufoco. Passei o jogo inteiro com uma dor muito forte no epicôndilo do cotovelo direito. Mal conseguia levantar a raquete. Mordia os lábios para agüentar a dor. Uma massagem com anti-inflamatório do colega Ricardo Aliano no cotovelo ajudou a diminuir a dor.

O quarto jogo, o da semifinal, foi o mais fácil dos quatro, incrivelmente. Joguei com um jovem que tinha uma patada na mão direita e uma boa esquerda mas, como queria matar todas, acabava errando muito também. Ganhei pela regularidade e esperteza: 6-1 e 6-0. Vibrei quando descobri que a final não ia ser no mesmo dia. Estava completamente morto.

A final vai acontecer nesta quarta-feira, às 20:30, aqui mesmo em Araranguá, já que o outro finalista também é daqui, Valter.

Bom mesmo é acompanhar em fotos algumas das imagens destes dias. Vamos?

Rafael na Semifinal
Rafael Reinehr na semifinal

Placar parcial
Placar parcial da semifinal

Magda, Aliano e Carol
Magda, Ricardo Aliano e Carol – presenças ilustres

Jussara
Jussara, partindo para o serviço

Neusa
Neusa

Lis
Lis, essa vai ser fera!

Kinderman
Alguns atletas trouxeram seu próprio Gatorade…

É isso! Muito cansaço mas também uma boa dose de diversão. Participaremos de outras etapas, se o cotovelo, o joelho e o ombro deixarem! Fique na torcida!

banner do Medictando - O Bem-estar ao seu alcance

Banner da Zen Nature produtos orgânicos, sustentáveis e oriundos do comércio justo

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

(5) comments

Add Your Reply