Anchova com Alcaparras

Posted By Rafael Reinehr on ago 7, 2007 | 2 comments


Na aula passada, além de aprendermos a preparar os caldos (de peixe, de frango e de legumes), aprendemos também a tirar os espinhos de peixes, preparando filés e também a desossar coxa e sobrecoxa de frango e ainda aprendemos a forma correta da verdadeira suprema de frango.

As duas receitas que vou apresentar aqui foram testadas e aprovadas por toda a turma do Curso de Gastronomia e ainda pela minha esposa, que é crítica pra caramba e gostou da harmonização dos ingredientes.

Vamos então às receitas e a seguir às fotos ilustrativas.

Anchovas com Alcaparras

Ingredientes (para 1 a duas pessoas)

1 anchova
sal
pimenta preta ou branca
1 tomate médio
1/2 cebola média
alcaparras em conserva
vinho branco
óleo de oliva extra-virgem
tomilho
salsa

Modo de Preparo:

Selecione uma anchova média e retire a espinha dorsal e todos espinhos visíveis (ou peça ao seu peixeiro que faça isso).

Coloque a anchova aberta em uma travessa untada com óleo de oliva extra-virgem (com acidez menor que 1%)

Tempere com sal e pimenta (preta ou branca) a gosto

Coloque uma camada de cebola finamente picada, uma camada de tomate finamente picado e algumas alcaparras sobre a cebola e o tomate

Molhe grosseiramente o peixe com um bom vinho branco (no caso do jantar de domingo utilizei o ótimo e meio seco vinho “verde” português Calamares, que combinou perfeitamente com o prato servido à mesa)

Apesar de não fazer parte da receita original, incrementei-a com tomilho seco e algumas folhas de salsa fresca

Alguns fios de azeite extra-virgem por cima do peixe e direto ao forno em torno de 200 graus, já pré-aquecido até começar a dourar nas bordas (cerca de 40 a 60 minutos, dependendo do forno)

Serve-se acompanhado de legumes crus – tomate-cereja, tiras finas de cenoura, talinhos de salsa, tiras de goiaba, ragu de cogumelos ou ainda, se preferir, arroz branco.

Veja abaixo as fotos da Segunda aula com Anselmo Ronsoni e, ao final, algumas fotos da Anchova pronta com o prato preparado por mim e, na última foto, a Anchova preparada em casa, no último domingo.

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

2 Comments

  1. Colocando o “tinto no branco”…
    Belas dicas Roberson. É muito bom ter um apoio de alguém que já estudou o sasunto com afinco. Confesso que hoje, sou completo neófito em enologia. Quando fui comprar o vinho branco para fazer o prato, fiquei lá, estatelado no supermercado na frente de um corredor imenso com duzentas opções todas gritando “Me leva!”, “Me leva!” e eu, atônito e indeciso comprei o vinho pela garrafa, que pensei: essa é bonita e depois posso encher com alguma outra coisa e reutilizar!

    Hehehe! Eu sei, eu sei, esse não é um critério razoável, mas serve para explicar o desespero atual. Naquela situação, pensei em comprar todos os vinhos que encontrasse pela frente (aos poucos, é claro) e fazer um ranking pessoal.

    Indicações como a sua facilitam muito, porque pressupõe que já foram testados e aprovados para então serem indicados.

    Se começar a fazer meu ranking hoje, quem sabe daquei a 5 ou 6 anos eu possa também ter algum conhecimento para indicar bons vinhos a amigos?

    Acredito que o paladar também se desenvolva com o exercício, não é mesmo?

    Post a Reply
  2. E pra beber , não vai nada?!
    Rafael e amigos:

    As fotos estão lindas e o prato parece apetitoso. A anchova é um peixe de sabor marcante e carne mais escura. Aqui na harmonização com vinhos podemos fugir um pouco da tradicional combinação peixe-vinho branco. Apresento duas sugestões:

    Viña Montes Selección Limitada Pinot Noir 2006
    Um agradável tinto da uva Pinot Noir, agradável e macio na boca, sabor frutado. R$ 43,00

    Chablis 2003 (Louis Jadot)
    Um branco mais encorpado e de grande complexidade aromática. Esse Borgonha é uma excelente pedida. Mais caro (R$ 115,00), mas também muito mais prazeroso. Se a idéia for impressionar essa é uma maravilhosa opção.

    Bons goles e bon apetit!!

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: