Tomate Grillé

Posted By Rafael Reinehr on ago 28, 2007 | 8 comments


    Tá com fome? Não tem nada pra comer? Epa! Tem um tomate! Então tá feito! Que tal uma entrada (ou mesmo um lanche) sofisticado, delicioso e rapidíssimo de fazer? Esse é o Tomate Grillé que hoje você vai aprender!

    Ingredientes: 

1 tomate
Sal
Orégano
Azeite de oliva extra-virgem

Tomate Grille

    Modo de fazer: 

Corte o tomate ao meio. Tempere com sal e bastante (realmente bastante) orégano, sobre cada metade aberta. Regue com um pouco de azeite de oliva extra-virgem. Leve à frigideira com um pouco de azeite de oliva extra-virgem bem aquecido. Coloque primeiro o lado não coberto com sal e orégano para "grillar". Quando estiver querendo soltar a casca ou queimar, está na hora de virar. Vire com o auxílio de um pegador e frite pelo mesmo tempo do outro lado. Está pronto para servir e comer. Prepare a apresentação de sua preferência e coma ainda quente. Veja a foto a seguir, com uma apresentação sugerida, com brotos de feijão e uma mini-berinjela.

Tomate Grille
Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

8 Comments

  1. Que tal acompanhar com pão italiano e su
    Tomate, orégano e azeite de oliva extra-virgem é tudo de bom! Além do que é rápido, fácil – muito prático, além de delicioso.
    Eu acompanharia com pão italiano e suco de uva branca, porque não uso álcool. :zzz
    Um abraço!

    Post a Reply
  2. Mulher Aspirina
    Hummm parece bom! Eu gosto de tomates verdes fritos, rs…
    Beijocas da Aspirina pra ti e Feliz BlogDay!!!

    Post a Reply
  3. hhuummm…
    já pensou em jogar mussarela ralada entre o tomate e o orégano?

    Beijos

    Post a Reply
  4. Entre o rosé e o chardonnay
    O dileto amigo Roberson (sumido, rapá!) adiciona vinho à receita simples e atraente do autor.
    Eu, de minha parte, para aberturas como tais não tenho outra direção senão o Chardonnay. Há tantos, mais ou menos ácidos, mais ou menos caros que não vou ficar senão no dessa noite um Morandé…mas há um Tammaya e vários très bons marchées.
    A verdade é que pão, tomate e azeite são uma grande razão para estender o prazer do vinho.
    Amitiés,
    Beto.

    Post a Reply
  5. Minha sugestão de vinhos para acompanhar
    Bela opção de entrada. E a apresentação com caminha de brotos de feijão e mini-berinjela ficou elegante.

    O amigo Daniel Gonçalves vai sugerir um branco português. Farei algo diferente então.

    Que tal servir com um Rosé?? Os rosés em nova paginagem voltaram à moda. Agora mais elegantes e não mais o “vinho de sobras” das casas produtoras. São excelentes opções de aperitivos, servidos bem fresquinhos.

    Sugiro um rosé da conceituada produtora Susana Balbo, [B]Crios Rosé de Malbec[/B], disponível em bons supermercados ao módico custo de R$ 28,00.

    Uma outra boa pedida, algo mais elegante, é um espumante nacional de corpo médio. Gosto muito do Aurora Espumante Brut, cor amarelo-palha, aromas e sabores de fruta amarela. Também bem acessível: R$ 26,00.

    Bons goles!!
    Bon apetit!

    Post a Reply
  6. Rafael, linda apresentação. Adoro tomates, de qualquer maneira. Dessa maneira, deve ficar uma delícia. O orégano é um tempero excelente. Vou fazer e depois te conto. Acho que com umas torradas cobertas de manteiga também ficariam bons. Vou tentar e te conto.
    Abração

    Post a Reply
  7. olha, reinehr; muito obrigada pela indicação da sua semana. infelizmente não gosto de tomates… não entendo isso, na pizza eu adoro. mas, de qualquer forma, obrigada. é estranhamente bom saber que alguém lê e acha que talvez (vá lá, quem sabe) presta.

    até
    e vou enjoy bastante!

    Post a Reply
  8. uma companhia para o tomate grillé
    Saudável, com óptima apresentação e realmente simples! Mas está carente de companhia… Amanhã, no meu blog, comentarei este post, recomendando uma companhia igualmente saudável, simples, leve e interessante – um vinho branco português…

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: