Herar eh umano – Editora Novitas

Posted By Rafael Reinehr on fev 1, 2009 | 19 comments


Recebi hoje por mail um spam da Editora Novitas, uma vulga nova editora que promete tirar do ostracismo o incauto escritor que desejar investir a bagatela de 9 centavos por página para ter seus escritos impressos em folhas de 75g/m2.

Falando assim, até parece uma crítica destrutiva e que não sou favorável a dar espaço para novas iniciativas do gênero. Pelo contrário, eu mesmo estou engatilhando a fundação de uma Editora Literária para os próximos meses (já planejada há mais de 2 anos).

O que me chamou a atenção na Novitas é uma gafe curiosíssima que se apresenta na capa do site. A imagem e as palavras falam por si só:

Novitas

(continue lendo…)

Recebi hoje por mail um spam da Editora Novitas, uma vulga nova editora que promete tirar do ostracismo o incauto escritor que desejar investir a bagatela de 9 centavos por página para ter seus escritos impressos em folhas de 75g/m2.

Falando assim, até parece uma crítica destrutiva e que não sou favorável a dar espaço para novas iniciativas do gênero. Pelo contrário, eu mesmo estou engatilhando a fundação de uma Editora Literária para os próximos meses (já planejada há mais de 2 anos).

O que me chamou a atenção na Novitas é uma gafe curiosíssima que se apresenta na capa do site. A imagem e as palavras falam por si só:

Novitas

Atualização (em 02/02/2009):

     Em menos de 24 horas depois da postagem aqui no site, e depois do comentário de uma das prováveis proprietárias de editora, o “errinho” foi corrigido no site da editora:

Novitas Corrigido

Bom, muito bom! Mostra que errar é, de fato humano, mas repetir ou insistir no erro é burrice. Por isso, Letícia, corrija aqui também por favor, do contrário vai ser difícil vender seu livro com título tão sugestivo:

Ensaios Amadores Letícia Coelho

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

19 Comments

  1. Caro Rafael, sinto ter encontrado tal comentário tão tardiamente. Aqueles que sonham em ver seus escritos ganharem mundo (pessoas como eu) acabam sendo presas de individuos despreparados que se lançam no mercado como editores. Talvez por ignorancia, não sei, ou por preciosismo, acham que pelo fato de terem boas idéias quando criaram seus textos, não necessitam de um profissional que faça as devidas correções ortográficas.
    Sim, eu fui e sou um incauto que caiu na malha fina da Novitas. A dois anos espero a edição de um livro, que paguei para ser editado. O pior de encontrar essa mensagem agora não é o fato de a página inicial da editora conter erros, mas a possibilidade de o livro (que será editado por eles ainda em virtude de terem atribuido ISBN e registrado na Biblioteca Nacional, mesmo que via processo)conter erros, muito embora eu tenha me acautelado e contratado (por fora) um profissional para fazer as correções necessárias.
    Bueno parceiro, espero que o causo se resolva, porque aqui no sul, se a coisa não vai pelo meio legal, vai no facão, no relho e na espora.
    Forte abraço.

    PS: A editora faliu e fechou as portas.

    Post a Reply
  2. Novos Erros
    Não ficaram faltando corrigir no cabeçalho da Editora,”DiAgramação” e “sob demanda”?

    Post a Reply
  3. responsabilidade
    Não entendo porque tanta polêmica em torno do assunto,esta claro que o objetivo, em nenhum momento foi denegrir a imagem da ¨editora¨, mas sim de mostrar,de uma maneira bem humorada, aqueles que trabalham com a divulgação de nossa cultura a necessidade de terem mais cuidado e responsabilidade com a qualidade de seus produtos. AFINAL estamos vivendo em um pais que assegura a todos a liberdade de expressão, ou NÃO. Me avisem se estiver errado. Um abraço e continue divulgando casos semelhantes, é preciso sacudir um pouco, sair desta cultura genérica em que todos estamos envolvidos.

    Post a Reply
    • Compreensão acurada
      Finalmente consegui ser compreendido. Obrigado Alberto.

      Post a Reply
  4. Sinceramente, um simples email seria um gesto de gentileza e amizade.
    Mas um post dá muita audiência….

    Post a Reply
    • Mau humor x bom humor
      O objetivo do post não foi denegrir ou rebaixar ninguém. Até por isso escrevi “gafe curiosíssima” ao invés de “erro crasso” no texto do post.

      Talvez, ao contrário de alguns, eu esteja farto de “mais do mesmo”, de coletâneas anestesiadas e insípidas que só fantasmas, autores, amigos e familiares lêem…

      Post a Reply
  5. Erro imperdoável!
    Se eu me propusesse a montar uma editora e anunciar “correção ortográfica”, o mínimo que eu me cobraria seria escrever corretamente. O erro apresentado foi grosseiro, desculpável para a maioria dos que escrevem na web, mas não para quem pretenda vender serviços de “correção ortográfica”. Fazer isso é como anunciar-se pipoqueiro e não saber fazer pipocas.
    Outra coisa: um “autor” que se pretenda como tal e ainda assim necessite de serviços de “correção ortográfica” precisa antes de tudo aprender a escrever. Uma visita a um curso de gramática e redação seria mais apropriado… Ou, no mínimo, que vá abrir a sua gramática e o seu dicionário. Eu também preciso muito, viu, mesmo não sendo escritor, me mordo de culpa por não estudar português, ainda mais agora com esse novo acordo ortográfico. (Não sei o que será da minha vida sem aqueles dois pinguinhos… O sagui jamais será o mesmo…)
    Sobre os métodos educacionais, eu fui criado na década de 80. Hoje vejo que, naqueles dias, a bagunça e emburrecimento do sistema de ensino estava apenas começando. Com o devido respeito, Sra. Luci, mas se o ensino de hoje fosse como na era pré-1968, o Brasil não seria a incubadora de imbecis que é hoje (nos quais me incluo, sem sombra de dúvida). Eu gostaria de ter recebido uma educação mais rigorosa. Gostaria também de ter recebido aulas de grego e latim. Certamente meu português atual seria bem melhor, e eu teria acesso mental direto a obras importantíssimas, as quais só posso esperar conhecer por traduções.

    Post a Reply
  6. Teria sido melhor um email.Ou nao?
    Oi Rafael,

    Nao teria sido melhor se você tivesse escrito um email à EDITORA, em vez de fazer um post sobre?Nao creio ter sido falta de humildade da parte deles, mas a forma que vc se utilizou para chamar a atencao dos erros.
    Um abraco e dias felizes

    Post a Reply
    • Jeito nenhum Grace…
      Pergunta à dupla como se escreve através para ver se eles sabem… Nunca mais vão esquecer.

      Como tentei explicar – sem ser compreendido – uma postagem sobre o assunto poderia ter sido vista com bom humor. Foi vista e respondida com agressividade. Se solicitado com educação, o post teria sido prontamente retirado do ar. Nenhum dos interessados solicitou a retirada.

      Vejo como o Luiz no comentário aí abaixo disse: não há problema em errar. Errar é humano, e é com eles que de fato aprendemos e evoluimos. O curioso – e interessante – que deve ficar registrado, é o erro justamente ao lado de um oferecimento de correção ortográfica!

      Existem erros neste blog? Ah, existem! Aos píncaros. Nesta longa trajetória na web, existem posts escritos na madrugada, com sono, outros na volta de festas, com a cabeça a mil e vários escritos tranquilamente e que mesmo assim apresentam erros. A diferença é que não estou oferecendo serviços de correção ortográfica comercialmente.

      Inclusive, recentemente li o livro de um colega produzido por uma destas editoras que se lançam todos os dias, sem planejamento ou o cuidado necessário para garantir a qualidade de suas publicações em que cada nova página apresentava uma incorreção gramatical ou de concordância.

      Um abraço e dias muito felizes para você também, muito obrigado.

      Post a Reply
  7. Para que?
    Oi Rafael e Valter

    Creio, nao ser falta de humildade, afinal, todos nos erramos um dia e algumas vezes na vida.

    Vc e jovem, tenho 50, na minha epoca de “primario” se vc nao soubesse a licao, o professor era severo, botava de castigo, fazia copias, sem recreio e servia de risadas dos alunos mais aplicados ou mais gaiatos com o aval do mestre.

    Porque vc nao enviou um email para ela ou David, avisando o erro, porque fez um post so para isto?

    Sua intencao nao foi ajuda-los, mas sim, ser como um professor dos anos 60.

    Abracos

    Post a Reply
    • Palmatória
      Nossa Luci, agora me senti um verdadeiro carrasco! E não se trata disto! A questão poderia ser muito bem levada com bom humor (teria sido muito mais inteligente reconhecer humildemente o erro, que se repete em outros sites como mostra o exemplo acima, no livro da Leticia) do que responder de forma hiperreativa, completamente infantil, como ocorreu com a agressividade de ambos aqui na caixa de comentários, que pode ser vista lá no blog do David. Lá eles podem fazer o que quiserem, mas aqui não!

      Um abraço fraterno.

      Post a Reply
  8. Rafael,
    humildade é uma palavra fora de uso. Porisso as pessoas não aceitam quando são criticadas. Principalmente em público, ainda que a intenção seja apenas para melhorar. Pena. Perdem uma ótima oportunidade.
    Quem se propõe a lidar com bens culturais deve tomar o maior cuidado possível. Palavras, são navalhas.
    Procuro sempre revisar, revisar e revisar os meus textos(cada vez mais raros). Às vezes penso que tudo já foi escrito. Prá que mais?
    De toda forma me divertí muito com tua resposta. Às vezes a verdade dói.
    Abraço forte

    Post a Reply
    • Falta bom humor
      Realmente Valter, existem pessoas que não sabem rir de si mesmas. Tenho pena delas, pois perdem a chance de divertirem-se diariamente. Do contrário, amarguram-se diariamente. Tenho arquivados os comentários ofensivos que foram postados aqui (e que deletei) e os e-mails que se seguiram, mas quando a ignorância entra em jogo é melhor sair dele.

      A única coisa que eu não sabia era que pré-adolescentes podiam abrir uma Editora Literária… Talvez os pais deles a tenham aberto…

      Post a Reply
  9. Herar eh umano
    Como foi enviado no e-mail o site está em construção, não sei se tu conseguiu perceber. Erros fazem parte da vida… Inclusive de quem escreve. Veja por exemplo, o artigo que tu mesmo escreveu “as barreiras sociais para o vegetariano iniciante”… Além de inúmeras falhas na pontuação, existem crases que não deveriam existir. Antes de criticar, olha para teus próprios feitos… Pior que teu artigo não está nem em “construção”, já está pronto!
    Outra dica “escritor”, publique um livro… Escrever na internet e se denominar escritor, todo mundo faz.
    Abraços

    Post a Reply
    • Salve, Prima!
      Vejo que ficaste realmente chateada, Leticia, mas não é para tanto. Corrija o erro e siga em frente.

      De todo modo, obrigado pelas correções gramaticais gratuitas (espero não ser cobrado por elas).

      Sobre publicar um livro, já foram três. O primeiro por uma editora picareta do nível de tantas por aí que cria coletâneas e concursos fictícios para se manter e usar a desculpa de publicações cooperativadas para reduzir o custo de impressão e beneficiar a todos (principalmente a própria editora).

      Depois de uma dessas, se cai na real. “Você foi um dos 33 selecionados entre mais de 3000 inscritos de todo país, bla bla bla…” Tá certo. Publiquei. Mas não cai mais nessa.

      Os outros dois foram publicações a convite, partiram de um grupo de escritores que se encontravam todas as quintas-feiras em um café… mas, bem, você não está realmente interessada nisso, somente em tentar desfazer quem lhe criticou primeiro por um erro crasso (e bobo). Como você mesmo disse, “erros fazem parte da vida”, e este é um fato inegável! É com eles que mais rapidamente aprendemos, não é mesmo? Ou melhor, é ATRAVÉS deles que aprendemos, não é?

      E outra coisa: porque não publiquei ainda um livro individual? Não que sua agressividade mereça esta resposta, mas talvez a leitura de “O Mal de Montano” de Enrique Vila-Matas talvez possa lhe abrir algumas “portas da percepção”, e fazer saber que não precisamos inflar o mercado editorial com mais livros. Precisamos, isso sim, de BONS LIVROS e BONS LEITORES.

      Sinto dizer, mas não creio que a Novitas conseguirá atingir estes objetivos, a começar pela apresentação da editora e pela reatividade “descompensada” que apresentaste acima. Mas torço para que eu esteja errado. Seria ótimo contar com mais BONS LIVROS e BONS LEITORES em nosso país.

      Abraços.

      Post a Reply
      • respondendo ao escritor
        Não fiquei chateada, o termo correto é indignada! Para começo de conversa, quem iniciou a agressividade, foste tu, publicando como quem quer

        Post a Reply
      • Nota – se que o menino tem inveja… Só pode ser isso! Procure os erros de portugues do teu blog, ou queres que eu procure e crie uma página só para ti, dos teus erros? Meu livro já foi bem vendido filhote e discutir contigo chega a ser divertido! Publique um livro e tente vender 200 teus… Quero ver, ok?

        Post a Reply
        • Passeie um pouco mais…
          …por aqui e me ajude a catar os erros. Agradeceria se criasse uma página em que apontasse todos. Seria bem bom ter uma trouxa para fazer isso para mim. Agora aproveite bem seu comentário aí em cima, pois logo logo ele será apagado. Na sua casinha você manda, aqui, desculpe, não aceitamos ofensas ou desrespeito em direção a este autor. A propósito, a tiragem do Café dos Confrades foram 500 exemplares e foram todos, e o Mauinista Daltônico evaporaram-se os 500 também… Uma Feira do Livro ajuda muito…

          Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: