Embaralhada

Posted By Rafael Reinehr on ago 27, 2006 | 1 comment


    Era o carro que eu não tinha mais. Mas aquela mão era certo que eu ganharia. Um pôquer de ases. A facada no rim fez meu sangue jorrar e a visão, foi ficando embaralhada…

    Era o carro que eu não tinha mais. Mas aquela mão era certo que eu ganharia. Um pôquer de ases. A facada no rim fez meu sangue jorrar e a visão, foi ficando embaralhada…

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

1 Comment

  1. poquaria nao vi nada

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: