Lixo humano

Posted By Rafael Reinehr on set 25, 2006 | 1 comment


 Aquele canalha. Um traste meu marido. Como é que pode ser assim? Que animal! Vagabundo. Filho duma puta! Se eu soubesse que ele ia me bater assim, não tinha me juntado com ele! Tanta algazarra só porque larguei o bebê no lixo…

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

1 Comment

  1. Lixo Umano
    Mas o que era pra ser uma prospecção para futuras pescarias se transformou em uma ação de limpeza. Vocês ficariam impressionados com a quantidade de embalagens de salgadinhos, sacolas de supermercado e garrafas PET que encontramos nas margens menos frequentadas.

    Algumas coisas foram claramente depositadas ali provavelmente por quem se aventurou praqueles lados seja para pescar ou qualquer outra coisa. Mas muita coisa havia sido obviamente carregada até lá pelo vento. Tá certo que o parque não tem lixeiras, mas se eu levo o meu lixo pra casa, porque os outros não fazem o mesmo me obrigando a levar o meu e o deles?

    Seja como for, em menos de 2 minutos havíamos feito 2 boas pilhas de lixo humano e já tínhamos percebido que não conseguiríamos limpar o que faltava e teremos de voltar lá com vários sacos pra recolher toda aquela sujeita. Eu e a Bianca ficamos envergonhados por diversas razões. Gente assim, além de nos envergonhar não merece aquele parque. Não merecem que se faça muito por eles. Talvez seus filhos merecessem ser arrancados dos pais através da educação.

    Post a Reply

Deixe uma resposta para Isabela Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: