Campanha de Esclarecimento Sobre Doenças de Tireóide

By Rafael Reinehr | Tireóide

Mai 20
Anuncie

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Regional de Santa Catarina promove durante o mês de maio, a Campanha de Esclarecimento sobre Doenças da Tireóide, através da Semana da Tireóide, de 19 a 25 de maio.

A Tireóide é uma glândula localizada no pescoço, que produz dois hormônios – T3 e T4 – de fundamental importância para o nosso organismo. Estes hormônios agem como combustíveis, interferindo no funcionamento adequado de órgãos importantes: cérebro, coração, rins, fígado, pele, além de estarem relacionados ao controle da temperatura, reprodução, padrão de sono e inclusive estado de humor.

 

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Regional de Santa Catarina promove durante o mês de maio, a Campanha de Esclarecimento sobre Doenças da Tireóide, através da Semana da Tireóide, de 19 a 25 de maio.

A Tireóide é uma glândula localizada no pescoço, que produz dois hormônios – T3 e T4 – de fundamental importância para o nosso organismo. Estes hormônios agem como combustíveis, interferindo no funcionamento adequado de órgãos importantes: cérebro, coração, rins, fígado, pele, além de estarem relacionados ao controle da temperatura, reprodução, padrão de sono e inclusive estado de humor.

Desta forma, doenças da tireóide, levando ao excesso ou falta de hormônios tireoideanos (Hipertireoidismo e Hipotireoidismo, respectivamente), bem como a presença de nódulos na glândula, têm repercussões importantes sobre o nosso organismo, necessitando de tratamento especializado.

O objetivo da campanha é informar sobre a importância da glândula tireóide em todas as fases da vida (da criança ao idoso, gestantes…), bem como alertar para os sintomas relacionados às doenças que ela pode apresentar, para diagnóstico e tratamento endocrinológico precoces.

 

 

CONHEÇA MAIS SOBRE A TIREÓIDE

 

 

Alguns sintomas do hipotireoidismo:

 

– Depressão

– Desaceleração dos batimentos cardíacos

– Intestino preso

– Menstruação irregular

– Diminuição da memória

– Cansaço excessivo

– Dores musculares

– Sonolência excessiva

– Pele seca

– Queda de cabelo

– Ganho de peso

– Aumento do colesterol no sangue

 

 

Alguns sintomas de hipertireoidismo:

 

– Dificuldade de dormir

– Aceleração dos batimentos cardíacos

– Intestino solto

– Agitação

– Muita energia, apesar de muito cansaço

– Queda de cabelos

– Calor e suor exagerado.

– Menstruação irregular

 

 

A causa mais comum do Hipotireoidismo é uma doença auto-imune (em que o próprio corpo produz anticorpos que agridem a tireóide) desenvolvendo um quadro inflamatório conhecido como Tireoidite de Hashimoto; também pode acontecer por retirada cirúrgica da glândula ou tratamento com iodoradioativo. Algumas crianças nascem com hipotireoidismo porque não têm a tireóide ou porque a mesma não funciona bem. O popular teste do Pezinho faz o diagnóstico e a criança deve ser tratada o mais rápido possível. O tratamento é para a vida toda.

A causa mais comum do Hipertireoidismo também é uma doença auto-imune, chamada Doença de Graves, em que a tireóide é estimulada a produzir hormônio em excesso. Outra doença da tireóide chamada Bócio Multinodular Tóxico também pode levar a produção de excesso de hormônios.

 

 

Dados Estatísticos

 

Cerca de 10% das mulheres acima de 40 anos e em torno de 20% das que têm acima de 60 anos manifestam algum problema na tireóide. Porém é importante estar atento, pois todas as pessoas, independente de sexo e idade, estão sujeitas a alterações desta glândula.

 

Algumas estatísticas demonstram que 1 em cada 5 mulheres que procuram seus ginecologistas para iniciar a terapia de reposição estrogênica na menopausa apresentam problemas tireoidianos.

 

 

Tireóide: auto-exame

 

Os sintomas descritos anteriormente podem ser acompanhados ou não de alterações na forma da tireóide, como aumento de volume ou a presença de nódulos. Estes achados podem ser pesquisados em um auto-exame. Veja como fazê-lo:

 

O material necessário: Copo com água e um espelho (se possível, de cabo).

 

1. Segure o espelho e procure no seu pescoço a região logo abaixo do Pomo de Adão (popularmente conhecido como gogó). Sua tireóide está localizada aí.

2. Estenda a cabeça para trás para que esta região fique mais exposta. Focalize-a pelo espelho.

3. Beba um gole de água e engula.

4. Com o ato de engolir, a tiróide sobe e desce. Observe se há alguma protrusão ou nódulos na sua tiróide. Atenção: Não confunda a tireóide com seu Pomo de Adão. Repita este teste várias vezes até ter certeza.

5. Ao notar protrusões, procure seu Endocrinologista.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa SBEM-SC

 

Anuncie

banner do Medictando - O Bem-estar ao seu alcance

Banner da Zen Nature produtos orgânicos, sustentáveis e oriundos do comércio justo

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

(39) comments

Add Your Reply