Como acertar na Mega-Sena e não ganhar o prêmio

By Rafael Reinehr | Conversa de Bar

Set 07
Flávio

 Flávio   Fácil, faça como o Flávio Biass, o marceneiro de Joaçaba (Santa Catarina) que resolveu confiar no patrão para fazer o jogo para ele. Segundo o moço, ele deu o dinheiro para o chefe e a combinação de números que ele deveria jogar. Estes números seriam combinações dos números do celular de Flávio.

    Mega-Sena sorteada, bilhete premiado. Reza a lenda que no domingo pela manhã (o prêmio havia sido sorteado no sábado), o patrão foi à casa da família de Flávio, comemorar com ele e com seus pais, mas já na segunda-feira o patrão esperto foi à Caixa Econômica Federal sacar o dinheiro. Segundo a família, o pretenso larápio ainda ofereceu dar uma moto a Flávio, mas depois sumiu.
   
    Mas nesse mundo dos espertos, Flávio não foi tão bobo assim: rapidinho deu queixa na delegacia de polícia da cidade e a Justiça, 2 dias depois, mandou bloquear a conta em que o dinheiro foi depositado. A Caixa Econômica Federal acatou a ordem.

    Agora vem o mais interessante: para a Caixa Federal, o dinheiro é do portador do bilhete. A Justiça brasileira terá que julgar o caso e definir quem fica com a bufunfa. O que será decidido? Há como se provar que Flávio está falando a verdade? Quem merece ficar com o prêmio? Que batata quente, hein senhor Juiz? Agora, você decide…

(Foto: Lilian Simioni/Zero Hora/ Ag.RBS) 

Banner da Zen Nature produtos orgânicos, sustentáveis e oriundos do comércio justo

banner do Medictando - O Bem-estar ao seu alcance

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

(7) comments

Add Your Reply