Abr 10

Abriu uma casa de samba nova na Vila Celestial do Andaraí chamada Sobradinho. E lá foram Deus e Maria, como "zeladores da vizinhança", conferir a novidade. Já na chegada, encontraram seu Aristides, maior fofoqueiro desta e de todas paróquias e contratado como host da festa.
– Óóóóóólha só quem vem chegando! Ilustríssimo senhor Deus e sua graciosa esposa! Sejam bem-vindos!
Deus resignado acenou com a cabeça. Coube à Maria a parte diplomática:
– Muito obrigado seu Aristides. Será que ainda conseguimos um lugar sentados?
– Sentados? Mas não vão requebrar este esqueleto enferrujado?
Deus levanta um olhar furioso e puxa Maria para dentro do estabelecimento. Seu Alcides segue com seu trabalho sem aperceber-se da ânsia que causou.
Lá vem chegando Maria Clara de mãos dadas com Laura, sócias-gerentes da casa e amicíssimas, por sinal:
– Sejam bem-vindos senhor Deus e dona Maria! Temos um lugar especial reservado para vocês! – e foram levados para uma mesa no canto do salão.
À Maria coube um lugar com boa visibilidade do palco, mas Deus ficou exatamente atrás de uma pilastra, ao que indagou, indignado:
– Vou ficar sentado aqui? E como vou ver o show?
– Mas o senhor não é aquele que tudo vê, tudo sabe e tudo o mais? Achamos que não iria se importar, levando em conta seus superpoderes…
– Grrrrr – “Não é o meu dia” – pensou.
Depois de cerca de duas horas de espera, finalmente o primeiro “xô” da “náite”: um grupo de pagode da periferia chamado “Os Travesseiros”.
Em cima do palco, um grupo de 5 manos armados de pandeiro e cavaquinho eram comandados por um mano de cabelo loiro e viseira de praia verde-limão, que cantava “laia-laiá” até não poder mais.
Ao fim da primeira música, a impaciência divina já era notada, pois raios e trovões relampejavam e tronitroavam fora do Sobradinho.
Mas a paciência acabou mesmo quando entrou o segundo grupo, um tal de SERASA, SPC, ou algo assim. Ao sentir que mais um laia-laiá estava para começar, não deu outra:
– Maria, se sairmos daqui te dou aquele microondas novo com douador que você tanto quer…
– Fechado! Já não era sem tempo!

Banner da Zen Nature produtos orgânicos, sustentáveis e oriundos do comércio justo

banner do Medictando - O Bem-estar ao seu alcance

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

(1) comment

Add Your Reply