09/05/2003 – #022 – Patrulhando o espaço, ninguém viu, ninguém vê…

By Rafael Reinehr | Editoriais

Ago 12

Hoje realmente foi um dia curioso. Trabalhei com calma, beeeeem na lenta. Dei uma "baixada" no ritmo… …e me senti muito bem! À noitinha estava, em um momento de folga, assistindo à TV, quando a "auxiliar de serviços gerais" do local, com seus 40 e poucos anos me disse o seguinte, logo após tido a cumprimentado efusivamente, como é de meu costume: "- Doutor, esse primeiro de maio foi meu primeiro em que passei trabalhando. Muito bom isso né?" Vi aquele sorriso sincero em seu rosto, cheio de felicidade que só alguém que tem seu trabalho e o sustento da família (temporariamente) garantidos pode exibir. Concordei com ela e a parabenizei. Disse-lhe que, sendo ela uma ótima funcionária, agora seu emprego estaria garantido. Reforcei seu otimismo, sua esperança e sua alegria. Disse isso mesmo sabendo que, muitas vezes, a lógica da empresa não é a lógica do justo, ou a lógica do merecimento.  Fuga de idéias. Chongas. Choninhas (procure no Houaiss…). Locupletando. Propranolol. Sulfametoxazol Trimetoprim. Ah, se eu te amasse tanto assim… Na gaveta, ali ó… Seu Ubiraí!

Hoje realmente foi um dia curioso. Trabalhei com calma, beeeeem na lenta. Dei uma "baixada" no ritmo… …e me senti muito bem! À noitinha estava, em um momento de folga, assistindo à TV, quando a "auxiliar de serviços gerais" do local, com seus 40 e poucos anos me disse o seguinte, logo após tido a cumprimentado efusivamente, como é de meu costume: "- Doutor, esse primeiro de maio foi meu primeiro em que passei trabalhando. Muito bom isso né?" Vi aquele sorriso sincero em seu rosto, cheio de felicidade que só alguém que tem seu trabalho e o sustento da família (temporariamente) garantidos pode exibir. Concordei com ela e a parabenizei. Disse-lhe que, sendo ela uma ótima funcionária, agora seu emprego estaria garantido. Reforcei seu otimismo, sua esperança e sua alegria. Disse isso mesmo sabendo que, muitas vezes, a lógica da empresa não é a lógica do justo, ou a lógica do merecimento. Que o diga o seu Hamilton dos Santos (aquele singular funcionário que se recusou a demolir a casa que estava construída em terreno alheio)! Muitas vezes reclamamos porque trabalhamos demais. Não nos damos conta que, em boa parte dessas vezes, essa opção é nossa. TEMOS trabalho! Vamos fazer! Gostamos do que fazemos? Em frente! Não gostamos? O que nos cerca? Temos saída imediata? A curto prazo? A médio prazo? Péra lá! Claro que podemos crescer! Certamente eu nunca ganharia dinheiro escrevendo. Ainda mais de forma confusa como acima…

A falta de assunto já foi meu tema anteriormente (e de tantos cronistas gaúchos) por isso, não vou falar sobre isso.

National Ledsonic 9000 x Alpine CDA 9815

Quem não conhece, tem que conhecer: www.spamzine.net e www.capsulazine.kit.net . Sobre o www.argumento.net já falei, mas não custa repetir: é muito legal e, além de tudo, tem sempre uma promoção te levando ao cinema "de grátis"! Logo logo, a página do Simplicíssimo estará no ar! Lá muitos links para os melhores e-zines, blogs e páginas do mercado.

É, não adianta mesmo! Semana que vem talvez tenhamos um editorial com conteúdo "lível". Se alguém se candidatar, pode tomar as rédeas, por favor! Até lá, fiquem com seus ideais!

Rafael Luiz Reinehr (recuperando-se de estresse pós-traumático por acontecimento ontem no 8 e 1/2 Bar, em Porto Alegre)

(3) comments

Add Your Reply