Tag Archives for " seguir "

Mar 06

Como receber todas as Notificações de minha página do Facebook

By Rafael Reinehr | Antena: O Que, Como, Quando, Onde, Porquê , Efervescências , Novidades!

Quer saber como receber todas as notificações da minha página do facebook? Veja como é simples:

Basta sobrevoar com seu mouse o Curtir e clicar em “Ver primeiro” e depois em “Todas ativadas (Todas as publicações, Eventos)

Assim, você não perde mais nada do que eu for publicar em meio às milhares de postagens que o face precisa filtrar para mostrar a você todos os dias!

Clica lá, e não me perca de vista!

Captura de Tela 2016-03-06 às 14.00.13

Set 03

Mosaico dos followers do twitter

By Rafael Reinehr | Twitter

Conheci hoje, através do blog da Dra. Lilian Starobinas, o Twitter Mosaic, onde você consegue criar um mosaico com as imagens dos teus contatos. Muito bom ter por perto essa turma toda que, de forma quase diária adiciona uma pitada de novidades no meu monitor. E você, se enxerga aí?

Para me seguir no twitter, adicione @r4re ou acesse www.twitter.com/r4re e dê um follow.

Get your twitter mosaic here.

Jun 11

Leticia Wierzchowski e o processo contra Milton Ribeiro:ou a batalha entre o alazão negro e o alazão

By Rafael Reinehr | Blogosfera

Em função de uma viagem, não consegui me posicionar anteriormente em relação ao processo judicial iniciado por Leticia Wiezchowski, autora, entre outros, do livro A Casa das Sete Mulheres, e o blogueiro Milton Ribeiro. Entretanto, preciso somar minha voz a de tantos outros que o fizeram.

Não tenho nenhum tipo de relacionamento com Leticia Wierzchowski e, por outro lado, considero-me amigo de Milton Ribeiro, o que poderia interferir em meu julgamento. Entretanto, as considerações a seguir serão tecidas da forma mais isenta possível levando em conta meu contato com os envolvidos. Para ilustrar melhor o que penso, vou contar uma historinha, com dois personagens chamados Miltona e Leticio (sem acento).

Miltona é uma escritora gaúcha de razoável sucesso regional que teve uma de suas obras escolhidas por uma rede de televisão para ser vertida em uma minissérie transmitida nacionalmente. A minissérie obteve boa visibilidade e aumentou temporariamente o número de pessoas cientes da existência da escritora, que vendeu milhares de seu livro na ocasião.

Miltona, entretanto, não conseguiu manter sua sorte seu desempenho nas obras a seguir e, depois de tentar sua sorte no mundo da arquitetura, da moda e da construção civil, resolveu dedicar-se ao direito, quando decidiu processar um de seus leitores, Leticio Ribeirinho.

Leticio Ribeirinho, um sofrido leitor da obra de Miltona, havia escrito uma resenha tentando abrandar uma critica severa que sua autora preferida havia recebido alguns anos antes por um renomado ensaísta, crítico e escritor gaúcho. Entretanto, ao tentar abrandar a crítica à sua amada escritora, o tiro acabou saindo pela culatra pois, ao imaginar que Leticio estava lhe insultando, a atrapalhada* Miltona decidiu que estava na hora de conseguir uma graninha enquanto não arranjasse uma nova ocupação, talvez como atendente no Wally-Smart.**

Mas agora, por gentileza, deixem-me concluir abruptamente este texto por dois motivos: meus pés estão ficando gelados e estão cortando seringueiras centenárias na beira do rio porque “estão impondo risco ao moradores vizinhos”. Isso parece uma inversão da lógica: primeiro eu me mudo para o lado do depósito de lixo e depois peço à prefeitura para que mude o lixão de lugar… É como escrever um livro cheio de erros e esperar que não se façam críticas a ele. É dormir com a amante na própria cama com a esposa preparando o jantar na cozinha e depois reclamar se for pego no flagra.

E não deixem de ler todos os links indicados acima e abaixo. Esta é uma história que merece ser apreendida e acompanhada. 

 

* Alguns estudos sugerem que o analfabetismo funcional no Brasil chegue a níveis superiores a 70% da população.

** A descrição da referida profissão não tem nenhum caráter desmeritório > este disclaimer está sendo publicado a partir da observação de que algumas pessoas com visão enviesada podem crer que algumas profissões possuem importância inerente maior do que outras

*** Não deixe de olhar a página da Leticia Wierzchowski na Wikipedia.

 

Para entender o post acima, leia os seguintes links:

Leticia Wierzchowski processa este blog (I)

Leticia Wierzchowski processa este blog (II) – O conteúdo da inicial escrita pelo advogado de Roberto Carlos e da RBS

Leticia Wierzchowski processa este blog (III) – Algumas opiniões equilibradas

 

Continue lendo

Fev 10

Experiências afins com o Voto Contínuo: Vereador Chico em Araranguá – SC

By Rafael Reinehr | Saúde da Sociedade

Hoje foi lançado o site do Vereador Chico, em Araranguá – SC. Chico, vereador do PT, 41 anos, é Vocalista do Grupo Musical Mensageiros de Cristo, Militante da Pastoral da Juventude, Presidente da Associação de Moradores do bairro Jardim das Avenidas e Presidente da UAMA (União das Associações de Moradores de Araranguá).

Indicado por uma paciente e amiga, Irmã Sueli, ele tomou conhecimento da idéia do Voto Contínuo e resolveu implementá-la em sua forma reduzida, ou seja, aplicando-a ao seu mundo particular. O Chico comprometeu-se a, durante os 4 anos do mandato, ouvir os eleitores araranguaenses e, de acordo com os preceitos do Voto Contínuo, votar na Câmara de Vereadores de acordo com o desejo popular.

Atualmente, o site mostra apenas alguns projetos do próprio vereador. A idéia seria passar a apresentar todos os projetos apresentados e a serem votados na Câmara para que a população possa decidir e votar e mostrar ao Chico o caminho que a população deseja seguir.

Enquanto não houver massiva divulgação local da proposta, a mesma não poderá demonstrar todo seu potencial. É uma iniciativa extremamente válida. Me preocupa, entretanto, a vinculação do projeto a um candidato vinculado a um partido específico. Mesmo sendo eu apartidário, muitas pessoas tem dificuldade em separar a idéia democrática "mais pura" do Voto Contínuo e tratar de associar o projeto à figura do Chico, trazendo dificuldades à proposta.

Vou avaliar o andamento… Talvez seja necessário, no futuro, desvincular o projeto da imagem do Chico para aumentar a "transparência" de toda a proposta.

Continue lendo

Ago 31

A Visão Sistêmica da Vida: Noções de Metabolismo e Rede

By Rafael Reinehr | Vida

Na anteconferência a seguir, Fritjof Capra nos relembra que "sustentabilidade" não se trata de sustentar o crescimento econômico ou a capacidade de competição de uma nação no mercado internacional, mas sim conseguir entender como a Natureza faz para perpetuar a vida.

"A sobrevivência de toda nossa civilização pode depender, em última instância, de nossa habilidade em perceber a totalidade da natureza e a arte de viver com ela em harmonia."

Uma das formas de fazer isso seria utilizando os conhecimentos adquiridos a partir do estudo do metabolismo animal e aplicando tais descobertas em uma ciência social ampla, que replicaria nas relações humanas e sociais os conhecimentos advindos das ciências naturais. O Metabolismo, no âmbito das ciências sociais chama-se "network", ou "rede" ou ainda "teia" em português. O vídeo a seguir é em inglês.

 

Barcos em Natal
Ago 28

Fotos de Quinta #037 – 28/08/2008

By Rafael Reinehr | Fotos de Quinta

Nesta quinta-feira bem como nas próximas semanas, o Fotos de Quinta viaja a Natal e Fernando de Noronha, com alguns registros da nossa lua-de-mel feitos em abril de 2008. Para ver outras edições, clique a seguir em Fotos de Quinta – outras edições.

Barcos em Natal
Barcos em Natal

Primeira Janta em Natal
Primeira Janta em Natal

A Ponte de Todos em Natal
A Ponte de Todos em Natal

A Fragata, Carol e o Peixe
Carol, o Peixe e A Fragata

Ago 20

Free Hugs Campaign

By Rafael Reinehr | Do lado esquerdo do peito

Tem pessoas que mal conhecemos para parece que as conhecemos desde sempre, não tem? Recentemente, comecei a trocar um e outro e-mail com uma pessoa assim. Elogios rasgados deixariam Alexandr Oparin e com vergonha, de tão espontaneamente que surgiram de ambos lados. Algumas palavras jogadas no oráculo e alguns cliques depois já não éramos mais estranhos. Na verdade, nunca fôramos, apenas nos desencontráramos por um instante de tempo. Recebi desta pessoa hoje um vídeo que fala sobre as mudanças que somente os loucos e os gênios, que na verdade muito bem podem ser os mesmos, conseguem imprimir no mundo. Enquanto a perplexidade toma conta dos que observam, aqueles só podem dizer:
– Eu não diise?

Ia enviar o vídeo a seguir  por e-mail para minha amiga, mas resolvi postar aqui, juntamente com o texto acima para exprimir a alegria de reencontrar viva a esperança humanista na mudança. As quantro primeiras vezes que vi este vídeo, chorei compulsivamente. Compulsivamente. Na quinta, só chorei mas, até hoje, quando vi pela enésima vez, não consegui deixar de me emocionar.

Não sei se ele passa para mim a mesma mensagem que para você mas, em uma só expressão, para mim ele reafirma a aposta na raça humana e na capacidade que nós temos de, com atos nem tão complexos, mudar para melhor o ambiente à nossa volta. Assista com o coração.

recem-casados
Abr 23

Casamento, Lua-de-Mel, Natal e Fernando de Noronha

By Rafael Reinehr | Brasil

 

Os últimos dias da minha vida foram muito intensos. No último dia 12 de abril, Carol e eu celebramos nosso casamento, em Santa Maria, com a presença de familiares e muitos de nossos mais queridos amigos.

 

Foi uma cerimônia muito simples, intimista e emocionante, criada por mim e pela Carol. Não havia padre, não havia juiz, nenhum tipo de ritual religioso tampouco civil. Apenas nosso desejo de união, nossos convidados e padrinhos como testemunhas e um cerimonialista, o amigo Serginho, narrando a história de nossas vidas.

 

As imagens deste casamento ainda não estão comigo, pois o fotógrafo e já amigo Patrício Orozco Contreras as estará editando para criação do álbum em breve. Também estou curioso para ver o resultado da filmagem da celebração e ainda a TV Casamento, uma série de depoimentos em vídeo colhidos pelo amigo Antônio Candia dos convidados.

 

Logo depois do casamento, partimos Carol e eu para nossa lua-de-mel, passada maravilhosamente em Natal e Fernando de Noronha. As fotos a seguir serão um pequeno resumo do que fizemos e vivemos nos últimos dias. Foram mais de 500 fotos, em cima e embaixo da água, além de algumas filmagens subaquáticas durante alguns dos vários mergulhos no maravilhoso mar de Fernando de Noronha.

Veja as fotos a seguir e deixe seu comentário.

 

Continue lendo