No cartório

Posted By Rafael Reinehr on jul 18, 2007 | 8 comments


Se chamava Roberdo. Um dia, cansou de ter seu nome mudado invariavelmente para Roberto em cada novo cadastro ou inscrição que fazia, Mudou para Gegaldo.

Compre-me um caféCompre-me um café
Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

8 Comments

  1. Ele é persistente!
    Não sei se você conhece a gaúcha Ana Mello? Ela adora os minicontos. Bem, sintetizar já é difícil, com humor muito mais. Muito legal!

    Post a Reply
  2. Humor
    O que gosto do brasileiro é o seu humor. Através dele, consegue ultrapassar as aversidades da vida… Como está você, caro amigo? Torço para que as suas tempestades cerebrais continuem nos brindando com posts criativos…
    Grande beijo.

    OBS. O post não saiu com o meu nome…

    Post a Reply
  3. O que gosto do brasileiro é o seu humor. Através dele, consegue ultrapassar as aversidades da vida… Como está você, caro amigo? Torço para que as suas tempestades cerebrais continuem nos brindando com posts criativos…
    Grande beijo.

    Post a Reply
  4. Luz de Luma, yes party!
    :zzz O miniconto é ótimo! Os comentários 😀 quase tive um troço! Beijus

    Post a Reply
  5. Maugo Mauguício, de Agagaquaga
    Caga, não sei de nada… Não lembgo daquele comegcial. Só sei que o gato goeu a goupa do gay de Goma.

    Post a Reply
  6. Gafael, o moço fazia aquele comercial de cerveja que falava: aí meu camagada?
    Um abraço

    Post a Reply
  7. Bolações
    Criar minicontos em si já é muito divertido! Que bom que gostou deste Georgia! Nã se furte em ler os outros!

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: