Perseguição (um miniconto psicodélico)

Posted By Rafael Reinehr on out 3, 2007 | 2 comments


Um caça seguia outro entre desfiladeiros cada vez mais estreitos. A largura entre os rochedos ia diminuindo à medida em que a perseguição continuava. Largura de uma porta, de uma almofada, de um pequeno livro, de uma caixa de fósforos, de um fino esparadrapo, de um alfinete até que, de súbito, o combustível do segundo caça acabou.

Gostou deste post? Se ele lhe ajudou, que tal doar 1 real para que continuemos produzindo conteúdo assim?
Doação Única de Qualquer Valor via PagSeguro: https://pag.ae/blhvRmR
Regras para comentários: Tudo OK criticar, mas se você trolar, seu conteúdo será deletado. Divirta-se e obrigado por somar à conversação.

2 Comments

  1. Vivendo na Alemanha
    Rafael, nao é que voce me deu uma excelente idéia de também publicar minicontos? Vai ser standart nas minhas postagens. Vai ser Contos Minúsculos Fantásticos. O mestre Murilo Rubiao esta fazendo escola, digo escolinha (meu Deus, sem pretencoes!).

    Post a Reply
  2. Vivendo na Alemanha
    … Entao ele fez um pouso forcado nas entranhas da fenda abriu a porta e saiu. Uma explosao ecoou longe. O segundo caca nao conseguindo fazer a curva para a esquerda bateu de frente com um balao que ocasionalmente voava por alí. Mesmo ouvindo o estrondo continuou impávido no umbral da porta olhando a luz azul que se espalhava no céu como fogos de artifício no ano novo.

    Post a Reply

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: