Como fazer churrasco VII – A churrasqueira


Add this to your website

A seguir, uma lista das principais formas de assar churrasco, dentre elas a famosa churrasqueira.

BafoChurrasqueira de alvenaria – pode ser construída de tijolos ou com material pré-fabricado. Deve ser construída longe de correntes de vento e é o modelo ideal para quem faz churrascos com freqüência. Deve ser construída no tamanho ideal para você, pensando na quantidade de pessoas que costuma convidar para suas festas. O risco de fazer uma churrasqueira muito grande é desperdiçar combustível colocando muito carvão – o combustível mais comum em pedaços ou barras. O carvão queima devagar e liberam calor de forma constante.

Churrasqueira portátil - barata, composta de uma vasilha de metal apoiada sobre uma armação. Não tem sistema de ventilação nem tampa mas é fácil de acender e simples de controlar. Existem churrasqueiras deste tipo “movidas” a gás, com tijolos refratários que se aquecem no calor da chama produzida pelo gás. Este tipo de churrasqueira manter o calor constante e, se possuir interruptor duplo, permite que se tenha carvão quente de um lado e morno de outro. Existe também o modelo elétrico, que também dispõe de tijolos refratários para espalhar o calor de forma uniforme. O problema é que estas levam cerca de 10 minutos para aquecer e, por geralmente não possuirem tampa, não podem ser levadas para a chuva.

Defumadoras – especialmente projetadas para defumar os alimentos, podendo ser utilizados para defumação seca ou úmida. Custam caro e são difíceis de achar no mercado. Para defumar em uma churrasqueira comum, basta encontrar um modo de colocar um recipiente de água entre o fogo e a carne, para que a fumaça e o vapor d'água cheguem à carne, realçando o sabor. O processo deve ser prolongado por horas, lentamente, em uma churrasqueira coberta.

Fogo de ChãoChurrasqueira com tampa – utilizada para fazer o churrasco ao bafo, geralmente são feitas com um tambor serrado ao meio no sentido do seu comprimento e colocadas horizontalmente sobre uma base. No meio do tambor se coloca uma grelha e abaixo dela uma gavetinha central com um telhado (para não deixar a grelha pingar gordura e outros líquidos). A parte de cima é a tampa com uma ou duas chaminés com borboletas para controlar o fluxo de fumaça e calor. Suas principais vantagens são a economia de carvão, a praticidade, já que não há necessidade de virar a carne o tempo todo, evita o contato da fumaça branca, já que a gordura não cai sobre a brasa e deixa a carne com sabor diferenciado, semidefumado.

Churrasqueira a gás – pronuncia-se parrilha ou parridja e é o sistema comum nos países portenhos ou hispânicos. É composta por uma ou mais grelhas fixas e/ou móveis onde são colocadas as carnes. No modelo de parrilha argentina, a grelha é formada por canaletas em forma de “v” que drenam o suco e a gordura da carne para um depósito, evitando o excesso de fumaça. No modelo uruguaio, a grelha é uma telha ou grade, o que facilita sua confecção. A parrilha geralmente é utilizada para cortes menores ou steaks.

Fogo-de-chão – sistema gaúcho de assar que consiste em fazer fogueiras ou fileiras de fogueiras e colocar espetos (ou fileiras de espetos) para assar a carne. É a forma ideal para preparar a costela inteira (costelão), geralmente utilizando-se 6 ou mais horas para seu preparo.

Leitão no RoleteRolete – sistema onde se coloca o novilho, porco, leitão, carneiro, pernil ou outras carnes a rodar em um rolete e vai se virando a carne com uma manivela ou em casas comerciais através de um motor.

Churrasqueiras alternativas

A Forquilha – a mais primitiva de todas as churrasqueiras é constituída de duas forquilhas de árvore, um outro galho ou taquara como espeto e um braseiro por baixo. Quebra o galho em acampamentos.

Espeto vertical – é a forma mais tradicional de churrasqueira, comporta por dois espetos de taquara fincados no chão, inclinados na direção do fogo, um contra o outro. Basta calcular bem a altura, a inclinação, evitando que o fogo pegue no espeto e também controlar o braseiro, evitando que o calor se disperse pelo espaço aberto

Espeto em cruz – em geral usado para grandes pedaços de carne que precisam ser estendidas em direção ao fogo no chão. Como a carne não fica pronta toda ao mesmo tempo, o churrasqueiro vai tirando a carne aos nacos e, ao mesmo tempo, movimentando a carne em direção ao calor.

Valeta – é a forma mais prática para fazer um churrasco para mais de 100 pessoas. Cava-se uma valeta com 1 metro de largura e 50 cm de profundidade com o comprimento necessário para receber a carne e a quantidade de espetos necessária. Nesse caso, um espeto será a medida para duas pessoas. Após a churrascada, é só recolocar a terra no lugar.

Uma dúzia de tijolos – a mais simples das churrasqueiras é feita com duas fileiras de três tijolos encostado de cada lado. É muito usada pelos funcionários da construção civil. É claro que quanto mais carne a ser utilizada, mais tijolos serão utilizados na “contrução” desta prática churrasqueira.

Todos artigos da série "Como Fazer Churrasco"

Como fazer churrasco I - Introdução e História
Como fazer churrasco II - Material indispensável para um Bom Churrasco
Como fazer churrasco III – Conheça os Melhores Cortes de Carne
Como fazer Churrasco IV – Como temperar carne para churrasco
Como fazer churrasco V – Quanta carne comprar para um churrasco?
Como fazer churrasco VI – Quanto tempo demora para a carne ficar pronta?
Como fazer churrasco VII – A churrasqueira
Como fazer churrasco VIII – Dicas e Conselhos Úteis (I de II)
Como fazer churrasco IX – Dicas e Conselhos Úteis (II de II)
Como fazer churrasco X – Links úteis para o bom churrasqueiro



Adicione este artigo à sua Rede Social favorita
Digg! Reddit! Del.icio.us! Google! Live! Facebook! StumbleUpon! Yahoo! Joomla Portal
Artigos recomendados

Comentários  

 
0 #12 Regis 10-08-2010 13:53
posso usar o pincel com margarina ou manteiga na carne no momento em que ela esta na grelha??
Citar
 
 
0 #11 Guest 02-08-2010 16:55
Citando Anônimo:
Prezado Nogueira,

Acredito que você esteja interessado na grelha argentina. Esta grelha recolhe o excesso da gordura que escorre durante o processo e evita que a gordura caia sobre a brasa.
Na foto do site não vi o reservatório. Ela pode ser confeccionada em inox e já ser feita com um reservatório. Não estou dizendo que a do site tenha essa possibilidade mas é uma dica que você pode fazer a quem fabrique a grelha para você.
Atenciosamente,
Wendel


Esqueci de colocar o link do site, segue aqui:
http://www.araujogrill.com.br/produtos_detalhe.php?id_produto=29&desc=grelha-argentina
Citar
 
 
-3 #10 Guest 02-08-2010 16:54
Prezado Nogueira,

Acredito que você esteja interessado na grelha argentina. Esta grelha recolhe o excesso da gordura que escorre durante o processo e evita que a gordura caia sobre a brasa.
Na foto do site não vi o reservatório. Ela pode ser confeccionada em inox e já ser feita com um reservatório. Não estou dizendo que a do site tenha essa possibilidade mas é uma dica que você pode fazer a quem fabrique a grelha para você.
Atenciosamente,
Wendel
Citar
 
 
+9 #9 sidnei de Abreu duarte 22-06-2010 19:29
Nasci no interior do RS, exerço Odonto e ainda sou pecuarista aos fins de semana; aprendi assar carne a moda antiga, onde cozinhamos a carne bem longe do fogo, pode levar quatro horas ou mais, o controle do calor impermeabiliza o exterior da carne impedindo a perda do líquido intersticial, deixando-a macía, suculenta e cozida. Vejo alguns "especialistas" na cidade pegar uma costela e tentar assa-la em 30 minutos; quimada por fora e crúa por dentro, para que a carne "não fique dura" d'onde tiram isso? Para se fazer um bom churrasco o essencial é que a carne seja gorda, de preferência um animal precoce, assar é um prazer, uma arte, não pode ser feito por um impaciente, quando realizamos um bom trabalho só recebemos elogios, principalmente da mulherada, e reclamam a seus maridos; porque voce não assa assim? pois, na maioria das vezes somos impostos ou obrigados a comer o que nos oferecem, eu considero o preparo do churrasco umas das terefas mais difíceis de nossa culinária. Relatei apenas uma experiência; haja vista, existirem os apreciadores das carnes mal passadas ou até crúas.Dica: O áspecto exterior do churrasco tem que ficar dourado claro e não preto deformado e contraido.Outra dica é usar amaciente de carnes, enzimas de frutas, com injeções em seu interior, seja criativo.A maioria dos assadores não conseguem achar o ponto certo da carne e preferem deixar crúa para não torrar.De preferência usar carvão, se for com lenha, use com cerne e deixe queima-la até ficar em brasa, controlando sempre o vento que afasta o ar quente.Me referi a peças volumosas de carne, é óbvio que um "churrasquinho de gato" é muito mais rápido, guardadas as devidas proporções.Grato.
Citar
 
 
+12 #8 Adriana Cristina 25-05-2010 23:15
Olá, gostaria de saber como assar contra-filé e picanha no bafo. A churrasqueira fica totalmente fechada? Como faço para não dar fogo na churrasqueira a bafo, dixando somente brasa? Todas as carnes devem ser enroladas em papel alumínio ou é opcional?
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

rafael-reinehr160Rafael Reinehr é médico endocrinologista, mas seus olhos vasculham o horizonte em busca de soluções para criar um Mundo Melhor através de iniciativas como a Coolmeia, Ideias em Cooperação.

Para saber um pouco mais sobre o que o autor do blog anda fazendo hoje em dia, baixe gratuitamente o jornal Em Transe.

Você também pode Acompanhá-lo no Twitter, no Facebook e Assinar o Feed RSS do Blog.

Artigos relacionados (com tags similares)

rafa-londres-grama-flores-p

twitter
@r4re

 

Cardapio

Casa
Anarquia
Artes
Bem-estar
Blogs e Internet
Ciências Naturais
Cinema
Ecologia
Efervescências
Esportes
Família e Amigos
Fotografia
Gastronomia
Humor
Jogos
Literatura
Medicina
Música
Pigmeu Moral
Quadrinhos
Reciclar é Viver
Recomendo
Simplicíssimo
Sociedade
Tecnologia
Viagens
And Now, For Something...
Cotidianices
Do Leitor
Sem comentários
Receitas
Share
eXTReMe Tracker