Redes Sociais


Conversa com uma amiga, via FB

Conversa com uma amiga, via FB


Publicado Por em set 14, 2012

A: Minha horta embrionária tem um futuro promissor, he. Já começo a pensar na minha composteira, pq sou teimosa e ansiosa e quero fazer as coisas logo. Vê, quando der, aquele projeto que tu me disse sobre. Beijos.

Eu: ah, desculpe! esqueci completamente! – neste tempo, o projeto foi soterrado embaixo de pilhas e mais pilhas de papel, mas já estou solicitando ao departamento de projetos que crie um projeto de desbravamento arqueológico das referidas pilhas. Assim que o projeto ficar pronto, se não for esquecido em outra pilha de projetos, será encaminhado ao setor de licitações, que depois do processo legal e burocrático necessário, irá por em andamento o processo licitatório. Uma vez tendo sido, por este meio, selecionado o arqueólogo para o serviço, ele deverá subcontratar seus ajudantes para então começar a procurar pelo projeto da composteira que havia lhe prometido.

Provavelmente até o final de 2014 (se as obras da Copa não atrapalharem), terei o projeto em mãos e poderei encaminhá-lo a você.

Ou então, passo novamente lá na EPAGRI e peço outro, o que pode ser mais rápido.

Read More

Fui convidado pela Doutoranda Roberta Mânica,

professora da ESUCRI, Escola Superior de Criciúma, para ministrar uma aula sobre Internet, Redes Sociais e falar um pouco mais da minha história e meu envolvimento com as redes sociais.

Apesar da experiência de ensino-aprendizagem se dar dentro de uma instituição constituída com fins pré-determinados, fiquei feliz em saber que existe esta abertura à participação da comunidade, sempre que se julgue – meritoria ou imeritoriamente – que alguém pode contribuir à formação de outros.

Acabei de saber que o espaço a ser utilizado é um auditório e que, a princípio, serão duas turmas com as quais irei conversar. O desafio será conseguir passar o que tenho aprendido ao mesmo tempo em que nosso contato não seja somente uma aula no sentido comum do termo, como um professor passando – de cima para baixo – o conhecimento a seus alunos.

É certo que tenho estudado e convivido muito com a internet e tenho pesquisado e praticado as redes sociais nos últimos anos, podendo compartilhar em boa dose um pouco do que aprendi. Mas gostaria muito de aproveitar esta experiência para ouvir o que está turma de jovens (ou nem tão jovens) aprendizes tem a questionar e a dizer.

Para tanto, espero tirar a parte expositiva do centro e focar mais na parte deliberativa, na discussão que virá entremeada e logo após.

Desde já agradeço o convite da Professora Roberta e espero fazer jus à expectativa que se criou em torno de minha visita à ESUCRI.

Read More
%d blogueiros gostam disto: