2 Comentários

  • Gabriel

    Pensamento
    Seria então exclusiva a edução que estabelece uma forma fixa, tendo como recompensa o diploma? Pois esta não considera a singularidade de cada indivíduo, mas apenas a sua própria como entidade, forçando todos a se encaixarem, como em uma linha de produção?

    Seria hoje, neste caso, a edução uma restrição? Onde o sucesso de alguns só é alcançado devido a sorte de sua singualidade ser semelhante a da entidade em questão, detentora do título de qualificada à formação?

Deixe um comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: