Cinema

A Sétima Arte. Uma grande paixão, tanto como espectador e realizador.


Durante a TormentaCreio que faz mais de uma década que não posto uma resenha de filme aqui no blog. Hoje resolvi quebrar este jejum, comentando um filme que nos prende do início ao fim, e que recomendo fortemente: Durante a Tormenta.

Durante a Tormenta é um filme espanhol que narra a interferência entre dois planos paralelos, 1989 e o presente, no qual Vera, uma mãe feliz e casada salva a vida de um menino que viveu há 25 anos atrás. Como consequência dos seus atos, ocorre um Efeito Borboleta (também nome de um outro grande filme, este estrelado por Ashton Kutcher em 2004), uma reação em cadeia que faz Vera acordar em uma nova realidade, na qual sua filha nunca nasceu.

O drama do filme, estrelado por Adriana Ugarte, Javier Gutiérrez, Álvaro Morte, Chino Darín entre outros excelentes atores, trata da busca de compreensão sobre estes acontecimentos aparentemente sobrenaturais e, a partir de dado momento, sobre como retomar a vida na linha do tempo então perdida.

Um filme com muito suspense, cheio de fantásticas reviravoltas, uma trilha sonora envolvente, com um roteiro impecável e sem pontas soltas, no qual você literalmente “entra na pele” da atriz e dos atores e tenta encontrar a melhor solução para o desenvolvimento do enredo. E são muitas as soluções possíveis!

Recomendo fortemente este filme, e também deixo um alerta: este é um filme cheio de tantas pistas, dicas e facetas que você deve estar de olho na tela a todo momento! Se for no banheiro, ou pegar um copo de água na cozinha, mesmo que rapidinho, dê pause!

Parece que depois de Casa de Papel e Elite, o cinema espanhol está chegando com tudo nas plataformas de streaming como Netflix.

Durante a Tormenta é um filme dirigido por Oriel Paulo, mesmo diretor do filme Um Contratempo, outra obra prima do thriller moderno.

Assista aqui ao trailer de Durante a Tormenta.

Read More

Into the Wild Na Natureza SelvagemAssisti agora há pouco Na Natureza Selvagem, um filme inspirado no livro homônimo, escrito por Jon Krakauer, sobre a vida de Chris McCandless, um jovem que aos 22 anos largou sua estável vida de bom aluno e classe média-alta em busca de liberdade e aventura.

Rebatizando-se Alexander Supertramp (superandarilho), rumou com destino ao longínquo e pouco habitado Alasca, para se embrenhar na mais inóspita Natureza. No caminho, cruzou com as vidas de muitas pessoas que lhe davam carona, casa ou um emprego temporário.

Uma bela fotografia, interessante trilha sonora composta por Eddie Vedder (ele mesmo, do Pearl Jam) e, principalmente, uma facada no coração deste mundo inóspito em que, na verdade, nós vivemos. Um mundo em que muitos vivem se relacionando cada vez mais com coisas e menos com pessoas e com a própria Natureza.

Uma grande mensagem do filme é a que transcrevo abaixo, e deve nos fazer refletir sobre seus vários significados:

“A felicidade só é real se compartilhada.”

Read More

Che26 de Novembro de 1956; liderados por Fidel Castro (Demian Bichir), um bando de 80 rebeldes navega até Cuba. Entre estes jovens rebeldes está o médico, soldado e marxista argentino Ernesto “Che” Guevara (Benicio del Toro). Desterrados, sem recursos e alimentados apenas pela determinação, o grupo se engaja em uma batalha sangrenta para livrar o povo cubano da ditadura corrupta de Fulgencio Batista. Embora considerado um herói por alguns, Che se torna uma figura bastante controversa. No pico de sua fama e poder, ele desaparece. Retorna à América do Sul incógnito e recruta outro bando de guerrilheiros no meio da floresta boliviana. Eles então embarcam em uma missão para disseminar a revolução pela América Latina.

Para assistir ao trailer, clique em Che – Uma Vida Revolucionária.

PlayPlay
Read More

20.000 cartazes supermarinhosTem realmente algumas coisas que eu preciso reavaliar. Às vezes acho que sou meio tantã… Vivo reclamando (para mim mesmo, para minha esposa, para meus amigos) que não tenho tempo para tocar adiante meus projetos pessoais (OPS!, Coolméia, Simplicíssimo, livros em andamento, tocar mais, fazer mais atividade física) e aí, acabo pegando mais coisas sem ter terminado de fazer outras.

Mas não tem jeito: esse é meu jeito. Hoje, por exemplo, fiquei sabendo que o André Setaro está se desfazendo de uma relíquia: sua coleção de 20.000 cartazes, releases, fotos e press-books originais de filmes desde 1962 até 2004. Setaro foi comentarista cinematográfico desde agosto de 1974 e, por 20 anos, manteve uma coluna diária no jornal baiano Tribuna da Bahia.

Pensei: nossa! Isso é fantástico!

Preciso ajudá-lo! E passei as últimas 3-4 horas bolando e fazendo um banner para ele pra colocar no OPS!, nos blogs do OPS!, no Simplicíssimo e aqui no site.

Agora, uma pergunta (lá vem mais uma tentativa de auto-análise…): o que será que eu tenho que me empolgo facilmente com tantas e tão variadas coisas? Porque este “ecletismo radical“? Qual a fonte deste “impulso em direção a todas as coisas“? Seria uma “pulsão de vida” desregulada? Caraca… Acho que vou começar a fazer terapia…

Mas, de volta ao fato: Visite a página clicando no banner acima e, se te interessar por algum filme, entre em contato solicitando uma cotação para algum cartaz, foto, release ou press-book e tenha um pedaço da história do cinema na sua casa.

 

Read More
Zeitgeist: Addendum

Zeitgeist: Addendum


Posted By on out 13, 2008

Lembram quando falei aqui sobre o filme Zeitgeist e toda aquela polêmica foi gerada? Pois desde o último dia 2 de outubro está disponível Zeitgeist: Addendum, a continuação do filme. Ainda sem legendas em português, pode ser visto na íntegra clicando no vídeo abaixo. No próximo fim-de-semana estarei fazendo a crítica do filme. Quer me acompanhar e assistir o filme? Já antecipo que está em grande consonância com muitas de minhas idéias, pois critica o sistema monetário atual mostrando sua fragilidade e como o Monetarismo é capaz de gerar sofrimento, miséria, ganância e infelicidade.

Desenferruje seu inglês e assista:

http://video.google.com/googleplayer.swf?docid=7065205277695921912&hl=pt-BR&fs=trueVocê pode também ver o filme na íntegra em Português clicando no link Zeitgeist Addendum em Português.

Read More
%d blogueiros gostam disto: